Copa do Mundo de Clubes? Veja como seria

Crédito de imagem: Rubens Chiri/Site oficial do São Paulo

O Mundial de Clubes é um torneio que existe há muito tempo. No entanto seu formato nem sempre foi o mesmo, pois antes era disputado em um jogo único entre o campeão da Libertadores e o campeão da Liga dos Campeões da Europa e chamava Intercontinental.

Desde 2000 até hoje o torneio possui um novo formato que agrega as equipes vencedoras de outros continentes. Isso tornou a competição mais democrática, mas você já imaginou como seria uma Copa do Mundo de Clubes?

Nós do Torcedores.com pensamos em uma maneira que ela pudesse existir, confira:

Uma hipotética Copa do Mundo de Clubes também ocorreria de quatro em quatro anos e 32 times participariam, assim como na Copa do Mundo de Seleções. O processo de classificação dessas equipes aconteceriam nas competições de seu continente, ou seja, a Libertadores funcionaria como as eliminatórias funcionam na Copa. Os times que apresentassem um rendimento mais regular no torneio Sul-Americano disputariam a Copa do Mundo de Clubes.

Quanto ao número de clubes por continente, seria divido assim: oito times da Europa, oito da América do Sul, seis da América do Norte, seis da Ásia, dois da África e mais dois da Oceania. As equipes sul-americanas e europeias teriam mais vagas devido ao maior número de times que os respectivos continentes possuem. O torneio aconteceria em um país sede e duraria um mês.

Os clubes europeus teriam mais interesse na competição, pois outros times grandes da Europa participariam. Imagine um campeonato com Real Madri, Barcelona, Bayern, Manchester United, São Paulo, Palmeiras, Peñarol, Boca Juniors e outros gigantes do futebol.

Além disso os clubes valorizariam sua marca em âmbito internacional, algo raro fora do continente europeu. Sem falar na mobilização tremenda de torcedores do mundo inteiro, pense se o Flamengo disputasse uma partida contra o Borussia Dortmund, seria um encontro de duas torcidas apaixonadas. Essa torneio também poderia fazer com que o futebol na África, Ásia e Oceania fosse mais praticado e divulgado.

O amor de um torcedor por sua seleção nunca irá se equivaler a paixão que tem pelo seu time. Por isso a Copa do Mundo de Clubes seria um torneio revolucionário e traria um fato novo para o futebol.

Crédito da foto: Divulgação