Liga Sul-Americana de clubes é criada; entenda como funcionará

(Foto: Reprodução / Twiiter oficial da Conmbeol)

Foi criada a Liga Sul-Americana. Presidentes de vários clubes da América do Sul se reuniram a fim de discutir temas que interessam a todas as partes.

LEIA MAIS:

Liga Sul-Americana de clubes pede transparência à Conmebol

Insatisfeitos com cotas televisivas e premiações dadas pela Conmebol, os times tem como principal objetivo questionarem a entidade e participarem ativamente das suas decisões. A próxima reunião da Liga Sul-Americana deve acontecer no Rio de Janeiro, sem data confirmada.

Ao todo, participaram da reunião 34 clubes, sendo eles argentinos, brasileiros, chilenos, bolivianos, colombianos, equatorianos, paraguaios, peruanos, uruguaios e venezuelanos. Representando o Brasil, estavam: Grêmio, Inter, Atlético-MG, Corinthians, Palmeiras, Santos, São Paulo e Flamengo.

A Liga Sul-Americana deve seguir os moldes da Primeira Liga. Embora ainda não se fale em uma nova competição, os clubes pretendem fazer uma “reforma” no futebol do continente. Abaixo segue o comunicado emitido pela Liga:

“Os clubes de futebol da América do Sul, os verdadeiros protagonistas do futebol no continente, estão unidos em um projeto de mudança e modernização da gestão do futebol. Não é aceitável que os clubes sejam deixados de fora das decisões que os afetam no âmbito das competições organizadas pela Conmebol.

Queremos saber, em detalhes, quanto arrecada e quanto gasta a Conmebol, onde esses fundos são investidos, como os contratos foram negociados e como a confederação é administrada. A Conmebol precisa iniciar urgentemente um processo de ampla reforma e os clubes devem participar ativamente neste processo.

Queremos que todos aqueles que de alguma maneira se aproveitaram ilicitamente do futebol para enriquecimento pessoal sejam fortemente punidos e banidos do futebol. Queremos que todos aqueles que estão envolvidos nos escândalos do futebol e que ainda permanecem na Conmebol e Federações nacionais tenham a dignidade de se retirar.

A união dos clubes de 10 países do continente é o primeiro passo para a mudança. Estamos cientes das nossas responsabilidades para com os torcedores de futebol e trabalharemos incansavelmente para criar um ambiente moderno, transparente e ético.

Liga Sul-Americana de Clubes de Futebol”

Lista de clubes com representantes na reunião:

Argentina: River Plate, San Lorenzo, Independiente, Boca Juniors;

Bolívia: Bolívar, The Strongest;

Brasil: Grêmio, Internacional, Corinthians, Palmeiras, São Paulo, Flamengo, Atlético-MG, Santos;

Chile: Universidad de Chile, Universidad Católica, Colo-Colo;

Colômbia: América de Cali, Millonarios, Independiente Medellín;

Equador: LDU, Emelec, Barcelona-EQU, Independiente del Valle;

Paraguai: Olimpia, Libertad, Guaraní, Cerro Porteño;

Peru: Sporting Cristal, Melgar

Uruguai: Peñarol, Nacional, River Plate-URU

Venezuela: Caracas

Foto: Reprodução / Twitter oficial da Conmebol



Meu nome é Vinícius, tenho 21 anos e acabo de me formar em Jornalismo pela PUC-Campinas. Sou apaixonado por esportes, principalmente Futebol e Basquete. Torço para o Grêmio, apesar de ter nascido em São Paulo. Estou sempre antenado nas notícias esportivas, além de ter um blog e ser comentarista esportivo da Webrádio "O Melhor do Futebol".