Palmeiras acusa Mancha Verde de INVASÃO em nota oficial

Palmeiras
Reprodução / Site oficial do Palmeiras

Torcedores organizados da torcida Mancha Verde estiveram presentes no CT do Palmeiras, na manhã deste sábado, para conversar com o elenco. Apesar da iniciativa ter sido tratada como pacífica pelos envolvidos, o Verdão emitiu uma nota oficial alegando “invasão” e repudiando veementemente a atitude da torcida.

LEIA MAIS
TORCIDA DO PALMEIRAS VAI AO CT PARA CONVERSAR COM OS JOGADORES
JORNALISTA DETONA PALMEIRAS POR PERMITIR ACESSO DE ORGANIZADA AO CT

Se o clima já era pesado no Palmeiras, agora ficou ainda pior. Após uma série de resultados negativos, ´parte da torcida do Palmeiras começou a cobrar o elenco de forma mais incisiva. Uma das organizadas do clube – a Mancha Verde – chegou a levar faixas ao Pacaembu na partida diante do RB Brasil e entoar gritos de ordem contra a diretoria nas arquibancadas.

Na manhã deste sábado, 26, parte da torcida organizada Mancha Verde, bem como alguns torcedores “comuns”, estiveram no CT do Palmeiras para conversar com os jogadores. Em texto publicado no Facebook da organizada, a explicação de que “hoje pela manhã nossa diretoria teve uma conversa produtiva com parte do elenco e comissão técnica do Palmeiras. Esperamos que todos os problemas sejam resolvidos em campo e os resultados positivos voltem a aparecer”.

>>> Confira AQUI a nota oficial da Mancha Verde no Facebook

VERSÃO DO PALMEIRAS

No entanto, a “conversa” não foi nada amistosa segundo o Palmeiras. Em nota oficial, o clube repudiou de forma veemente o que chamou de “invasão” da torcida organizada ao CT do clube, afirmando ainda que tal ação “atrapalhou” o último treino do time que joga neste domingo contra o Água Santa, em Presidente Prudente.

Confira a nota oficial do Palmeiras abaixo, na íntegra:

A Sociedade Esportiva Palmeiras vem a público repudiar a ação da Mancha Verde, que invadiu a Academia de Futebol na manhã deste sábado (26). Os integrantes da organizada forçaram a entrada e atrapalharam o último treino da equipe antes da partida diante do Água Santa, válida pela 12a rodada do Campeonato Paulista 2016.

Reiteramos que todo torcedor, organizado ou não, tem total direito de vaiar, cobrar ou reclamar, desde que nao aja com violência a pessoas ou patrimônio do clube. Reuniões com elenco e comissão técnica são prerrogativas exclusivas da diretoria de futebol e da presidência do clube.

Diante da prática de se invadir o ambiente de trabalho de profissionais e estatutários na Academia de Futebol, o comando do Palmeiras irá estudar com Federação Paulista de Futebol, Comando da Polícia Militar do Estado de São Paulo e Ministério Público atitudes para que fatos lamentáveis como os de hoje não voltem a acontecer.

Por fim, essa gestão, com todos seus erros e acertos, deixa claro que não admite que ninguém venha a ferir a autonomia do clube e jamais se dobrará a qualquer tipo de pressão.

Foto: Reprodução / Site oficial do Palmeiras