10 jogadores que nenhum santista gostaria de ver de volta

Leandro Damião
Leandro Damião chegou no Santos em 2014 por cerca de R$ 41 milhões. O atacante foi muito mal sendo emprestado ao Betis e, mais recentemente, ao Flamengo - Reprodução

Todo clube tem aqueles jogadores que vieram e não deixaram saudade nenhuma em sua passagem. O Santos, então, tem muitos deles. Alguns tiveram passagens mais rápidas (apesar de tão ruins quanto), mas outros ainda atuaram por alguns anos com o manto do Alvinegro Praiano.

LEIA MAIS:
10 JOGADORES QUE TODO SANTISTA GOSTARIA DE VER DE VOLTA
JOGADOR DO UNITED VIBRA COM GOLS DO SANTOS EM REDE SOCIAL: “AQUI É PEIXE”

Enumerar os atletas que mais passaram raiva em qualquer torcedor é uma tarefa muito mais árdua do que citar os que agradaram, mas, independente disso, o Torcedores.com decidiu, então, listar 10 jogadores ainda em atividade que nenhum (ou quase nenhum) santista gostaria de ver de volta. Confira:

1) Leandro Damião

Leandro Damião
Créditos da Foto: Reprodução/ Flickr Oficial do Santos FC

Sem dúvidas, trata-se do pior investimento financeiro da história do Santos. Em dezembro de 2013, o time da Baixada (financiado pela Doyen Sports) pagou 12 milhões de euros pelo atacante ao Internacional e, até hoje, Damião segue dando prejuízos e causando dor de cabeça ao clube com problemas jurídicos. Dentro de campo, passou longe de corresponder ao valor investido.

2) Rodrigo Mancha

Rodrigo Mancha
Crédito da Foto: Divulgação/Site oficial do Sport

Vindo do Coritiba, Mancha chegou ao Santos em 2009 e mais atrapalhou do que ajudou o clube. Na partida contra o Grêmio pela Copa do Brasil de 2010, em que o Peixe tinha 2 a 0 em vantagem, o volante entrou aos 10 do segundo tempo e saiu aos 19, após falhar duas vezes e ceder o empate aos gaúchos. Nervoso, começou a dar murros na poltrona do banco de reservas. Para sua sorte, o Alvinegro Praiano ainda se classificou e seria campeão do torneio, mas a torcida santista jamais se esquece do seu mau futebol no clube.

3) Rodrigo Souto

Rodrigo Souto
Crédito da Foto: Reprodução/TV Tribuna

Rodrigo Souto não teve uma passagem tão ruim assim na Vila Belmiro, pelo contrário. Mas, ao sair do Peixe rumo ao São Paulo em troca com Arouca, o volante comemorou por achar que teria maior “visibilidade”. Dali em diante, no entanto, sua carreira desmoronou: não teve sucesso no Tricolor e começou a rodar times menos do Brasil e até no Japão foi jogar. Sua declaração irritou a nação alvinegra, que não lembra do atleta com carinho.

4) Wesley

São Paulo
Crédito da foto: Rubens Chiri/Saopaulofc.net

Wesley é Menino da Vila e teve boa participação naquele grande time de 2010. No entanto, em disputa de pênaltis pelas quartas de final do Paulistão de 2013, quando defendia o Palmeiras, o volante provocou a torcida presente na Vila Belmiro e, desde então, sempre é perseguido quando vai à Baixada.

5) Keirrison

Foto: Divulgação/Coritiba
Foto: Divulgação/Coritiba

Artilheiro de Campeonato Brasileiro no Coritiba, Keirrison chegou a ser comprado pelo Barcelona e, entre 2010 e 2011, viveu uma grande seca no Peixe. Jogou pouco e fez menos gols ainda. Por tudo o que se esperava do K9, não deixa nenhuma saudade no torcedor.

6) Gérson Magrão

Gérson Magrão
Crédito da Foto: Reprodução/ Flickr Oficial do Santos FC

Mesmo com todas as suas limitações, Magrão já chegou a usar a camisa 10 de Pelé (como se vê na foto). Foi um jogador versátil, mas não deixou saudades nem na lateral esquerda quanto no meio de campo. Atualmente, defende o XV de Piracicaba.

7) Felipe

Felipe
Crédito da Foto: Reprodução/ Flickr Oficial do Santos FC

Apesar de ser titular naquele fantástico Santos de 2010, sempre foi muito inconstante e, como se não bastasse, se envolveu em confusão com torcedores, quando quis ostentar com a ração de seu cachorro. Entre os santistas, é “carinhosamente” apelidado de “mão de alface”, o que o fez passar por terapia para superar.

8) Saulo

Saulo
Foto: Divulgação/Site Oficial do Red Bull Brasil

Outro que não deixou saudade debaixo das metas foi Saulo. Era ele o goleiro naquele “eterno 7 a 1” sofrido pelo Santos contra o Corinthians, mas, mesmo antes disso, já era contestado pela torcida. No último Paulista, defendeu o Red Bull Brasil.

9) Werley

Werley
Foto: Divulgação/Flickr Oficial do Santos

Foi o segundo jogador mais cornetado de 2015. Emprestado pelo Grêmio no início da temporada, viveu um ano desastroso na Baixada Santista, perdendo a titularidade no decorrer do ano para Gustavo Henrique. Sua volta de empréstimo para o Sul foi motivo de comemoração para os santistas.

10) Nilson

Nilson
Crédito da Foto: Reprodução/Flickr Oficial do Santos FC

O nome mais esperado na lista. Muitos santistas ainda não gostam de ouvi-lo. O gol perdido no último lance na ida da final da Copa do Brasil contra o Palmeiras ainda é uma ferida aberta no coração do torcedor do Alvinegro Praiano. Não só por isso, Nilson também só marcou UM gol durante todo o semestre em que ficou no Peixe. Será um dos jogadores mais odiados do clube ainda por muito tempo.

E você, torcedor? Concorda com a lista? Acrescentaria ou excluiria algum nome? Ainda caberia mais gente na lista, não é? Comente!



Jornalista formado pelo Mackenzie (SP), pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Multimídias e pós-graduando em Assessoria de Comunicação e Mídias Sociais pela Anhembi Morumbi (SP). Apaixonado por esportes desde 1994.