Com suspeita de fratura, Giovanni Augusto pode parar por dois meses

Giovanni Augusto
Foto: Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

Em entrevista para a Rádio Globo, o médico do Corinthians Joaquim Grava afirmou que o meia Giovanni Augusto tem suspeita de fratura no pé esquerdo, e pode parar por dois meses. O clube espera exames de ressonância para confirmar a lesão.

LEIA MAIS:
QUE DOR! TORCEDORA LEVA BOLADA NA CABEÇA DURANTE PARTIDA NA EUROPA

“Dois meses, de seis a oito semanas”, disse Joaquim Grava a respeito do período de afastamento do meia, autor do primeiro gol na goleada sobre 4 a 0 sobre o Red Bull. Após marcar um golaço de voleio, o jogador sentiu dores no pé esquerdo, e foi substituído ainda no primeiro tempo mancando bastante.

Questionado se o jogador passaria por cirurgia, Grava afirmou que depende do grau da lesão.

– Se for uma fratura estável, não houver desvios e se nada sair do lugar, apenas imobilização, por cerca de cinco ou seis semanas. Se for cirúrgico o período é o mesmo, mas com procedimento cirúrgico. Então o tempo é o mesmo para o tratamento clínico e tratamento cirúrgico.

O médico afirmou ainda que o procedimento clínico é o mais recomendável, por possibilitar o tratamento físico, como fisioterapia, durante o processo de recuperação. O Corinthians, classificado para a semi final do Campeonato Paulista, aguarda a confirmação médica nessa segunda-feira para iniciar o tratamento.

Joaquim Grava disse ainda que tudo está certo em relação aos exames da contratação de Marquinhos Gabriel. Danilo está em final de tratamento de uma lesão na panturrilha, e Rodriguinho já está à disposição da comissão técnica.

Corinthians bateu o Red Bull Brasil por 4 a 0 em partida na Arena Corinthians nesse sábado, com gols de Giovanni Augusto, André, Alan Mineiro e Lucca, garantindo a classificação para a fase semi-final do Paulistão 2016.



Jornalista formado pela USCS, apaixonado por esportes, cultura e comunicação. Ex-atleta em atividade, pensa que sabe algo sobre futebol, handebol e esportes americanos.