Dana White garante possibilidade de Ronda lutar no UFC em Nova York

Reprodução/Facebook Oficial Ronda Rousey

A volta de Ronda Rousey ao Ultimate Fighting Championship deve acontecer em novembro. O presidente do UFC, Dana White, afirmou em uma entrevista à rádio ESPN americana que a ex-campeã feminina dos pesos-galo está cotada para fazer seu primeira luta desde a perda do cinturão para Holly Holm no UFC 193 na estreia da organização em Nova York, no dia 12 de novembro.

LEIA MAIS

Bellator marca duas revanches para estreia em solo inglês

UFC 199: Urijah Faber acusa Dominick Cruz de usar doping

“Ela (Ronda) é definitivamente parte da discussão sobre lutar em Nova York. Ela vai lutar contra quem tiver o cinturão”, disse Dana White, de acordo com o Uol Esporte.

O primeiro evento do UFC em Nova York será realizado no Madison Square Garden, um dos principais pontos esportivos da cidade. Para o chefão do Ultimate, a chance é grande de que a adversária da ex-campeã seja quem estiver com o cinturão da categoria e elencou as candidatas.

“O legal desta categoria é que todo mundo está lutando agora, exceto a (algoz de Ronda e agora ex-campeã da categoria) Holly Holm. Tem a Miesha (Tate, atual detentora do cinturão dos galos), mas dependendo de como ela lutar com a Amanda Nunes,que é muito dura. Se qualquer coisa maluca acontecer e ela (Nunes) sair dessa luta com uma vitória rápida, ela poderia se recuperar, lutar de novo e depois lutar contra Ronda”, declarou.

Miesha Tate e Amanda Nunes se enfrentarão em julho, no UFC 200, pelo cinturão feminino dos galos. Dependendo do resultado, o destino da adversária de Ronda Rousey em sua volta aos octógonos poderá ser selado ao final deste duelo.

(Crédito da foto: Reprodução/Facebook Oficial Ronda Rousey)