Em entrevista coletiva, Egidio destaca importância de jogo contra o Rosário

Reprodução/Instagram

Lateral que foi titular e mediano no clássico contra o Corinthians, Egidio foi o escolhido para responder as perguntas na Academia de Futebol nesta segunda(04).

LEIA MAIS:

‘’A torcida do Palmeiras é espetacular’’ afirma Prass em entrevista

Tempo de Cleiton Xavier no DM supera a período sem jogar de Gabriel

Vindo de duas vitórias seguidas no Paulistão, o Palmeiras voltou a ter tranquilidade na Academia de Futebol na Barra Funda, com isso, a equipe vai muito confiante para o duelo contra o Rosário Central, na quarta-feira(06), ás 21h45 pelo Grupo 2 contra a equipe do Rosário Central.

O lateral Egidio foi o convocado para falar com a imprensa, ele comentou sobre a atuação do Verdão no clássico: “A gente fica muito feliz por poder atuar bem, ainda mais em um clássico. Sabíamos que seria um jogo difícil e que tínhamos de ganhar senão dificultaria muito a nossa situação no Paulista.

Voltamos a encontrar o nosso futebol alegre, não estávamos vindo bem. O Cuca chegou e montou uma estratégia, não só neste jogo como no último também. Está tendo o dedo do Cuca no time e isso está fazendo a diferença. Estamos indo em frente para que possamos algo bem melhor, não só estas duas vitórias”, salientou.

Confiante com a excelente atuação do time, Egidio comentou: ‘’Se a gente jogar todos os jogos com essa firmeza, dificilmente alguém nos abaterá dentro de campo. Temos de ter essa consciência e ter tranquilidade para jogar, sempre com um jogo forte e concentrado.

Não que não estávamos entrando assim nos jogos passados, mas a bola não estava entrando. Temos muita fé, mas é mais o trabalho mesmo”, comentou, alertando sobre o embate contra os argentinos nesta semana.

Por fim, o lateral deu uma importância grandíssima para o duelo contra o Rosário: “É o jogo do ano, uma final para a gente. Eu nem estou pensando em um resultado negativo. Realmente, eu estou bem confiante no time, que se mostrou muito forte no clássico, até quebrando um tabu dentro do Pacaembu.

Temos de levar essa força para dentro de campo. O time é muito unido, todos são amigos e é isso que temos de levar para campo. Temos de mostrar a nossa força e voltar para casa com três pontos para permanecer com essa tranquilidade”, disse o palmeirense.

Foto: Reprodução/Instagram



Nascido em Sorocaba, acompanha futebol desde os 8 anos e é apaixonado pelo europeu. Tem simpatia pelo Argentino e também gosta muito do Brasileiro. Basquete é outra opção boa.