Em jogo de oito gols, Santos goleia e rebaixa Capivariano

Crédito da Foto: Reprodução/Facebook Oficial do Santos FC

Em jogo bastante movimentado, o Santos foi a Capivari neste domingo (3) e não se comportou como uma boa visita. O time da Vila Belmiro goleou por 5 a 3 e acabou rebaixando o Capivariano. Não bastasse o placar, o alvinegro praiano ainda marcou dois golaços, com Ricardo Oliveira e Vitor Bueno.

LEIA MAIS:
POR ONDE ANDA… GEÍLSON? ATACANTE FOI CAMPEÃO NO SANTOS EM 2006
OPINIÃO: ESTE É O MEU MELHOR SANTOS DE TODOS OS TEMPOS

Quem saiu na frente, no entanto, foi o time da casa. Em cobrança de escanteio de Rodolfo aos 22 minutos, Bruno Maia subiu mais alto que Gustavo Henrique e testou no contrapé de Vanderlei, abrindo o placar para o Capivariano. No entanto, a comemoração dos mandantes não durou muito. Aos 27, Paulinho fez boa jogada pela direita e bateu cruzado. A bola passou por Longuine, mas Fabrício se enrolou com a bola e tocou contra o próprio gol, igualando o marcador.

Três minutos depois, o primeiro golaço do jogo. Longuine lança Ricardo Oliveira, que dá um lindo chapéu no goleiro e completa de cabeça para o fundo das redes, decretando a virada santista na partida. Antes do intervalo, os personagens e o cenário se repetiram no empate do Capivariano. Em nova bola na área santista, Rodolfo ajeitou para o meio e Bruno Maia aproveitou o vacilo da zaga e tocou para as redes.

Por outro ângulo o GOLAÇO de @ricardo99oliveira! #SantosFC #SFC #SantosFutebolClube #SANTOS

Um vídeo publicado por Santos Futebol Clube (@sfc_alvinegro) em

Com 13 minutos da segunda etapa, o atacante da Seleção Brasileira voltava a colocar o Santos em vantagem. Vitor Bueno foi lançado pelo alto e chutou em cima do goleiro adversário, mas Oliveira estava atento ao rebote e concluiu de primeira. Oito minutos mais tarde, mais uma pintura alvinegra. Vitor Bueno aproveitou a bobeada da zaga, deu um drible da vaca no zagueiro e, com muita categoria, tocou por cima de Cléber, fazendo o quarto do Peixe.

A três minutos do fim do tempo regulamentar, a goleada foi ampliada. Vitor Bueno recebeu lançamento e só ajeitou para Gabriel, que havia acabado no decorrer da segunda etapa. Com muita tranquilidade, o camisa 10 do Peixe dominou de joelho e, de perna direita, colocou no canto de Cléber. No último lance da partida, Kleiton Domingues aproveitou rebote e deu números finais à partida: 5 a 3.

Com o resultado, os comandados de Dorival Júnior praticamente garantem o primeiro lugar no grupo A. Para que seja ultrapassado pelo São Bento, o alvinegro praiano (que foi derrotado só uma vez até o momento) precisaria perder a próxima partida em casa, ao passo que o concorrente recebe o São Paulo e teria que tirar um saldo de dois gols.

Na última rodada da primeira fase, o Santos recebe o Audax – que briga pela primeira posição no grupo C com o São Paulo – na Vila Belmiro. Simultaneamente, o já rebaixado Capivariano estará em Ribeirão Preto encarando o Botafogo, que luta contra o rebaixamento.

FICHA TÉCNICA – CAPIVARIANO 3 X 5 SANTOS

Local: Arena Capivari, em Capivari (SP)
Data: domingo, 03/04/2016
Horário: 18h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral, assistido por Fabricio Porfirio de Moura e Ricardo Pavanelli Lanutto

Cartões amarelos: Wigor e Jacio (Capivariano); Gustavo Henrique, Vitor Bueno, Vanderlei, Thiago Maia, Elano e Gabriel (Santos)

GOLS
Capivariano: Bruno Maia, aos 22 e aos 48 do 1ºT; Kleiton Domingues, aos 47 do 2ºT
Santos: Fabrício (contra), aos 27 do 1ºT; Ricardo Oliveira, aos 30 do 1ºT e aos 13 do 2ºT; Vitor Bueno, aos 21 do 2ºT; Gabriel, aos 42 do 2ºT

CAPIVARIANO: Cléber; Maguinho, Bruno Maia, Leandro Silva e Vicente (Chico); Fabrício (Kleiton Domingues), Wigor e Jácio; Alex Barros, Rodolfo e Alex Santos (Jeam). Técnico: Roberto Fernandes

SANTOS: Vanderlei, Victor Ferraz, Gustavo Henrique, David Braz e Zeca; Rafael Longuine (Lucas Crispim), Thiago Maia, Vitor Bueno e Lucas Lima (Elano); Paulinho (Gabriel) e Ricardo Oliveira. Técnico: Dorival Júnior.



Jornalista formado pelo Mackenzie (SP), pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Multimídias e pós-graduando em Assessoria de Comunicação e Mídias Sociais pela Anhembi Morumbi (SP). Apaixonado por esportes desde 1994.