Ex-Lutador do UFC é condenado a cinco anos de prisão

Foto: Reprodução / Twitter

O ex-lutador de MMA Lavar Johnson, com passagens pelo UFC e Bellator, foi condenado a cinco anos de prisão por violência doméstica de acordo com informações do site “ABC 30”. O motivo da prisão teria sido o espancamento de sua namorada no dia 11 de agosto. Segundo a acusação, Lavar arremessou a cabeça da mulher contra a parede e o chão, além de agredi-la com socos e joelhadas.

Os advogados do ex-lutador afirmaram que Johnson estava embriagado no momento e que o fato de sua namorada ter rastreado o atleta com um GPS teria lhe deixado enfurecido. Durante o julgamento, Lavar assumiu as acusações, disse que estava envergonhado e pediu desculpas à mulher.

Johnson é reincidente no caso de violência doméstica; em 2007 ele fora condenado a 30 dias de prisão e aconselhamento sobre alcoolismo.

Testemunhas falaram na corte em defesa do ex-lutador pedindo uma pena mais branda, com a justificativa de que “este comportamento não combina com a pessoa que ele é”. Os advogados de Lavar Johnson esperavam uma pena de três anos.

Lavar “Big” Johnson possuía em sua carreira um cartel com 18 vitórias e 10 derrotas. Pelo UFC ele fez quatro lutas, duas vitórias e duas derrotas, e ganhou dois prêmios de “Nocaute da Noite”. O desempenho pelo Bellator foi pior; também em quatro lutas ele perdeu três vezes e só venceu uma.



Lucas Nunes é um jornalista carioca apaixonado por esportes. Apesar de trabalhar em outros ramos da comunicação atualmente, planeja trilhar carreira no jornalismo esportivo, já que ama, em suma, o futebol, o automobilismo e o MMA.