Jornalista diz que Bauza queimou um pouco mais seu filme com o Conselho do São Paulo. Saiba o motivo

Crédito da foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net

Patón Bauza vem sofrendo com as críticas de todos os lados, após um começo ruim de temporada, o próprio argentino sabe que não é unanimidade e em entrevista disse que pretende pelo menos se segurar até a metade do ano para assim trazer novos jogadores de sua confiança. O Conselheiros do São Paulo repudiou mais uma atitude do treinador, a não aprovação da contratação de Cicinho. A informação é do jornalista Jorge Nicola.

LEIA MAIS
Cicinho fala que foi vetado pelo Bauza e sonha em retornar ao São Paulo
São Paulo x Oeste: Confira os gols da vitória do Tricolor de virada

Ontem, Nicola divulgou que Cicinho foi oferecido ao São Paulo, mas por opção de Patón Bauza, o lateral não retornou ao Tricolor, o motivo é que para o técnico, a prioridade não era a contratação de um lateral. “O Leco falou que é um admirador do meu trabalho, mas não pode fazer nada, porque quem pede o jogador é o treinador. E o Bauza falou que a prioridade no momento não é a lateral”, diz o jogador.

Porém, a declaração parece meio que contraditória, uma vez que no começo do ano, o São Paulo tentou a contratação do lateral direito Buffarini, jogador do San Lorenzo – ARG, ex clube de Bauza.

“Não descarto a possibilidade de Buffarini chegar. É uma negociação longa, de altos e baixos, mas não descarto. O maior problema está no entendimento entre os clubes, e nisso não posso intervir. Tenho falado com o Buffarini, assim como falei com o Calleri e falo com qualquer jogador que possa chegar à equipe para comentar quais são nossas ideias. Se ele puder somar, ótimo. Senão, estamos prontos para continuar nosso trabalho”,  afirmou Bauza, em entrevista à ESPN Brasil.

Já Cicinho reiterou o desejo de defender novamente o Tricolor, clube que defendeu nos anos de 2004, 2005 e 2010, mas sua primeira passagem foi a mais vitoriosa, onde conquistou o Paulistão, a Libertadores e o Mundial de Clubes. Além de ser vendido para o Real Madrid e convocado para a disputa da Copa do Mundo de 2006.



Jornalista em formação. Fanático por esportes, principalmente futebol. Vivo em busca de desafios e oportunidades que a vida me proporciona.