Nos pênaltis, Hibernian e Rangers vão às finais da Copa da Escócia

Reprodução/Twitter Oficial da Scotland FA

As semifinais da Copa da Escócia, disputadas neste final de semana, reservaram emoções para os torcedores dos times envolvidos, em especial os de Hibernian e Rangers. Ambas equipes que jogam a segunda divisão do país, as duas equipes desbancaram nas cobranças de pênalti seus rivais da elite e farão a decisão da competição.

LEIA MAIS

TORCEDOR RESISTE A DOENÇA TERMINAL PARA VER TÍTULO DO LEICESTER

JORNAL AFIRMA QUE MOURINHO RECUSOU PROPOSTA DO PSG

 

No sábado (16), Hibernian e Dundee United foram a campo para decidir o primeiro finalista da Copa da Escócia. Os Hibs poderiam ter decidido o jogo ainda no tempo normal, mas Jason Cummings perdeu um pênalti ao mandar a bola para fora. Com 0 a 0 no tempo regulamentar e extra, o jogo foi para os pênaltis.

Nas penalidades, quem brilhou foi o goleiro do Hibernian, Conrad Logan, que defendeu duas cobranças, as de Blair Spittal e Billy McKay. O Hibernian anotou todas as suas cobranças e, com o mesmo Cummings que havia perdido penalidade máxima no tempo normal, garantiu a vaga ao vencer por 4 a 2 na série de pênaltis.

A outra vaga na final da Copa da Escócia foi decidida em um reencontro de dois velhos rivais, Rangers e Celtic e mais uma edição da Old Firm, um dos clássicos mais tradicionais da Europa. neste domingo (17). O jogo foi disputado e o Rangers começou surpreendendo o rival, líder do Campeonato Escocês, ao abrir o placar com Kenny Miller, aos 16 minutos de jogo.

O Celtic foi em busca do empate e criou boas chances para fazer o gol, que saiu aos cinco minutos do segundo tempo, com o dinamarquês Erik Sviatchenko. As duas equipes continuaram criando chances durante a etapa final, mas o empate levou o jogo para a prorrogação.

No tempo extra, os Rangers novamente tomaram a dianteira do placar, com Barry McKay, aos cinco minutos do primeiro tempo. O Celtic reagiria no começo da segunda etapa, no gol de Tom Rogic, que acabaria decretando o empate e a decisão da vaga nos pênaltis, com o 2 a 2 no placar.

A série de cobranças foi emocionante. Com dois erros para cada lado (James Tavernier e Nicky Clark para o Rangers e Callum McGregor e Scott Brown do lado do Celtic), a série inicial foi para as cobranças decisivas. Nicholas Law fez para os Gers, mas Rogic desperdiçou a sua chance e viu o time azul de Glasgow conseguir a vaga na grande final.

A final está marcada para o dia 21 de maio, no Hampden Park, em Glasgow. O vencedor da Copa da Escócia, além do título, terá a vaga na próxima edição da Liga Europa.

(Crédito da foto: Reprodução/Twitter Oficial da Scotland FA)