Opinião: Casemiro, de patinho feio no Morumbi a estrela de Zidane

São paulino, peço um instante de sua atenção. Não vou falar do atual elenco de seu time, mas sim de um jogador que quando esteve no clube era o “patinho feio”, xingado, achincalhado e que todos queriam vê-lo pelas costas e hoje, no Real Madrid, ele é uma das peças fundamentais no esquema de Zinedine Zidane.

Quem lembra do jovem nascido em São José dos Campos pelo Tricolor recorda que ele não era bem quisto pela galera, muitas vezes era criticado e sua ausência em jogos era saudada como reforço. Hoje, em solo espanhol, ele encara pela frente jogadores com o pedigree de Messi, Neymar, Suárez e não se intimida de jogar contra eles.

Podemos incluir também um elogio feito pelo seu chefe no último sábado (2) após o clássico jogado no Camp Nou. “Ele teve papel fundamental, mas não posso destacar só uma figura em particular. Os jogadores que fazem gols sempre fazem a diferença, mas, defensivamente, fizemos uma ótima partida contra jogadores muito bons. Nós os controlamos. Estou bem contente com o papel de Casemiro, mas também estou contente com o trabalho dos demais”, falou o ex-meia e atual treinador francês.

Cabe uma pergunta… Será que os são paulinos não foram apressados, afoitos até em criticar tanto Casemiro e exigir sua saída do clube? Ou será que o Real Madrid soube ver talento nele e bancou a aposta de leva-lo para a Espanha e, com calma, explorar seu talento?

Inegavelmente o São Paulo revela bons talentos, mas ao mesmo tempo que se comporta como o Santos e Corinthians, na quantidade de revelação de talentos, tem um “que” de Palmeiras na cobrança de sua torcida com excesso de pressa e falta de apoio em sua trajetória com sua camisa e isso, pode se refletir em problemas futuros aos tricolores.

Foto: Site Oficial do Real Madrid