Opinião: Derrota do Barcelona apimenta a disputa da Champions

Crédito da foto: Reprodução/Facebook Oficial de Lionel Messi

No sábado passado, o Barcelona perdeu o jogo para o Real Madrid, na disputa pelo Campeonato Espanhol, no estádio Camp Nou.  O placar terminou em 2 X 1.  Apesar disso, o time catalão continua sendo o primeiro colocado na tabela de classificação, o que não mudaria muito a sua situação diante dos adversários. Porém, o feito pode servir como motor para que outros times se fortaleçam no Campeonato Europeu.

Com a derrota de ontem, o Barcelona perdeu a invencibilidade que o deixou intacto durante 39 partidas. Nesse contexto, a  análise deve ser feita não apenas tomando como base os resultados do clássico, mas averiguando a maneira pela qual esse resultado foi construído.

O Real Madrid venceu o time catalão com um jogador a menos em seu elenco, incrementando ainda mais a fragilidade do Barcelona. Dessa forma, o maior ataque do planeta  serviu apenas de coadjuvante para o show do  time merengue, que acabou com o sonho catalão de alcançar a maior invencibilidade da história europeia.  Apenas cinco pontos o separava do recorde batido pelo Juventus na temporada de 2011-12 .

Todavia, os adversários não podem menosprezar a força do Barcelona, que continua sendo uma das equipes mais fortes do campeonato. Ficar ileso durante 39 partidas é um mérito que evidencia a capacidade de um time digno de ser o campeão da Superliga. Por outro lado, vencer uma equipe que acumulou tantas vitórias é uma grande conquista para o Real Madrid, que se demonstra munido para a disputa do clássico e nenhum desses méritos desclassificam as chances de outras equipes na briga pela taça da competição.

Diante te tantas qualidades e possibilidades uma coisa é certa: haja coração para aguentar o duelo de gigantes.