Opinião: Por que Fernando Prass merece uma chance na Seleção

Palmeiras
Crédito da foto: Divulgação/Cesar Greco/Ag. Palmeiras

O goleiro Fernando Prass, do Palmeiras, teve mais uma grande atuação e já faz por merecer uma chance na seleção. Quando foi contratado pelo Palmeiras, no início de 2013, Prass era um jogador de 35 anos, com uma carreira sem tanto destaque e que chegava a um clube recém-rebaixado e endividado.

LEIA MAIS:
Enquete: Você convocaria Fernando Prass para a Seleção? Vote!

Em seus dois primeiros anos, Prass confirmou sua posição de titular no time a partir de atuações confiáveis e seguras. No entanto, era considerado “apenas” um bom goleiro.

Foi a partir do ano passado que ele começou a se destacar. Principalmente pelas suas atuações na campanha do título alviverde na Copa do Brasil.

Com o goleiro mantendo sua grande fase nesse ano, embora nunca tenha sido convocado para a seleção principal, eis os motivos pelos quais ele merece uma chance na seleção:

Experiência

Aos 37 anos, Prass já viveu de tudo no futebol. Sabe como funciona um vestiário, lidar com a imprensa e faz o papel de treinador dentro de campo, orientando a defesa e incentivando seus companheiros. Embora ele não tenha uma vasta experiência internacional, o time de Dunga carece de jogadores com seu perfil.

Liderança

Considerado um dos jogadores mais importantes do elenco palmeirense, o goleiro não foge de suas responsabilidades. Faz a interlocução entre o elenco e a diretoria, além de não se omitir dos microfones em tempos de crise. As entrevistas ponderadas também são sua característica, sempre evitando criar polêmicas desnecessárias e blindar o ambiente do clube.

Aperfeiçoamento

Mesmo chegando perto do final de sua carreira como jogador profissional, Prass não se acomoda. Além de se dedicar para manter a forma física, ele também trabalha para evoluir algumas deficiências que possui. Um exemplo latente são os pênaltis. Em seus dois primeiros anos de Palmeiras, Fernando Prass havia defendido apenas um. Desde 2015, ele soma 9 penalidades defendidas.

Seleção é momento

Embora deva se respeitar o ciclo da Copa do Mundo, seleção é momento. E no momento, ele é o melhor goleiro do país. O Brasil passa por um momento complicado nas eliminatórias e não pode se dar ao luxo de desperdiçar um talento como o dele. O arqueiro já demonstrou vontade de vestir a camisa amarelinha, no entanto, admitiu ser difícil. Um dos maiores empecilhos apresentados para convocação é sua idade. Terá 40 anos em 2018, ano da Copa. Dino Zoff foi campeão do mundo pela Itália, em 1982, com essa idade. E nesse momento, quem duvidaria de Prass?