Opinião: São Paulo passa vergonha em Osasco

Audax x São Paulo
Crédito da foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net

Caro torcedor Tricolor, qual é o São Paulo? Aquele que joga bem na Taça Libertadores ou o que pena no Paulista? Qual será o time que veremos no Campeonato Brasileiro? Espero que não seja o time que fez uma campanha medíocre na modorrento campeonato Paulista.

A partida em Osasco pode ser considerada como um fiel retrato da campanha do São Paulo no estadual. O Tricolor foi facilmente envolvido pelo adversário e assim, justamente derrotado pela equipe osasquense, que mostrou ser melhor tática e tecnicamente que a equipe do Morumbi.

O Audax, no seu conhecido toque de bola, dominou o SPFC desde o início, com posse e aproveitando as falhas que a zaga tricolor propiciou na primeira etapa. Quando não sofriam marcação sob pressão, os vermelhos conseguiam sair bem do seu campo de defesa e armar um salseiro lá na frente.

Lugano e Rodrigo Caio muito maus, não recebiam a proteção adequada dos volantes, também não havia dinamismo na equipe, que não conseguiam quebrar o passe do Audax. Nem de longe lembrou a equipe que venceu o River na última quarta-feira (o São Paulo oscilante de 2015 está de volta).

A segunda etapa veio para massacrar o torcedor: logo após sofrer o terceiro gol, já haviam sinais de desleixo, quando apenas Calleri acompanhava o toque de bola do time da grande SP, e na feitura do quarto gol, a zaga não acompanhou a sequência da jogada, após defesa de Denis, assim não há goleiro que salve… O São Paulo estava entregue.

Na saída de campo e na coletiva, Ganso e Bauza (respectivamente) apontaram desgaste físico da equipe, então por que não foi com equipe mista? Poupasse aqueles que estavam mais desgastados, pois imagina como será acima dos 3 mil metros de altitude na Bolívia, sem aclimatação necessária.

Crédito da foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net
Crédito da foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net

A vergonha não pode ser deixada de lado, terá de ser cobrada, mas na quinta-feira, o Tricolor decidirá seu caminho na Copa Libertadores, frente o The Strongest em La Paz. Já o Audax, espera definição do seu adversário na semifinal do Paulistão 2016



Jornalista. "Foi difícil chegar onde cheguei, mas ainda não cheguei a lugar nenhum" - Lucas Silva, Flamengo