Palmeiras começa reformas anti-organizadas no CT

Palmeiras
Crédito de imagem: Cesar Greco / Fotoarena

Aproveitando o momento de calmaria que o clube passa, mesmo depois das eliminações na Libertadores e no campeonato Paulista, a diretoria do Palmeiras começou a colocar em prática um planejamento que já tinha desde o final de março. O clube começou a fazer algumas obras na Academia de Futebol para deixá-la mais segura contra a invasão de torcedores.

LEIA MAIS:

PALMEIRAS SE DEFENDE CONTRA ASSÉDIO E RENOVA CONTRATO DE JOIA DA BASE

PALMEIRAS DEFINE ESTRATÉGIA PARA CHEGAR “TININDO” NO BRASILEIRÃO

VEJA 5 JOGADORES QUE AINDA PODEM DEIXAR O PALMEIRAS NESTE ANO

CUCA VAI APOSTAR EM CAMISA 10 REVELADO NO PALMEIRAS

PALMEIRAS: CUCA REVELA CONVERSA FRANCA ANTES DE ACERTO COM “PROBLEMÁTICO” FABRÍCIO

TREINADOR DO PALMEIRAS “DEIXA ESCAPAR” QUE NÃO USARÁ TOBIO E MOUCHE

MESMO BEM NA ARGENTINA, MOUCHE RETORNARÁ AO PALMEIRAS EM JUNHO

REFORÇO DO PALMEIRAS NÃO PODERÁ JOGAR A COPA DO BRASIL

O receio é que o clube passe por uma má fase dentro dos gramados no futuro e torcedores organizados promovam outra invasão no CT do clube como a que ocorreu no final de março, quando o time de Cuca vinha em péssima fase e corria até risco de rebaixamento no Paulistão.

Naquela ocasião, cerca de 120 torcedores invadiram o local – muitas delas pulando os muros – e foram conversar com jogadores e comissão técnica alviverde para saber o que estava acontecendo. Além de Cuca, jogadores experientes como Zé Roberto, Edu Dracena, Fernando Prass entre outros tiveram um bate-papo improvisado com torcedores organizados. O presidente paulo Nobre chegou a divulgar uma nota oficial caracterizando o ato como invasão e inadmissível.

Por isso, o clube começou nesta sexta-feira (29) a aumentar o tamanho dos muros que circundam a Academia de Futebol, além de aumentar a segurança no local, com a instalação de mais câmeras e mais pessoal para proteger o local.