PALPITE – Real Madrid não terá chances contra o Barcelona

Mesmo após derrota histórica no último superclássico, o espetacular Barcelona não dará chances ao Real Madrid no Camp Nou pelo Campeonato Espanhol que, com sorte, não será goleado novamente.

LEIA MAIS:
ESTATÍSTICAS DE BARCELONA X REAL MADRID: GRANDES GOLEADAS E VANTAGEM MERENGUE NO CLÁSSICO

Com o bi da Liga cada vez mais próximo, o trio MSN enfrentará o BBC em mais um clássico de parar o mundo da bola. Apostar em um ou outro no ‘El Clásico’ é sempre muito difícil, mas com a excelente fase vivida pelo clube catalão, é impossível não dar o favoritismo aos donos da casa. Sim, ainda que com o peso da goleada histórica do primeiro turno nas costas, o time de Cristiano Ronaldo sofrerá, mais uma vez, no campo do rival.

O duelo irá colocar frente a frente Luis Enrique e Zinedine Zidane. Ambos foram jogadores dos times que treinam hoje e agora invertem o protagonismo como treinadores. É bem verdade que o técnico espanhol não é dos mais brilhantes. Do elenco que dispõe, os títulos viriam de forma natural. E, antes que seja pontuado à favor de Enrique, o trabalho de Tata Martino à frente do Barcelona foi dos mais horrendos na história do clube. Neymar na direita e Pedro como parceiro? Como pode? Do outro lado, Zidane está apenas começando na vida de manager e já sente a pressão deixada por Rafa Benítez e Florentino Perez em sua gestão cada vez mais caótica. Não tem culpa na atual fase do time 3º colocado no Espanhol.

O espetacular está dentro das quatro linhas. O embate sempre interessante entre Messi x Cristiano Ronaldo acabou dando espaço recentemente ao duelo de trios. Os três delanteros merengues Benzema, Bale e o português, tiveram breve auge e hoje são ofuscados pela magia da Pulga, de Neymar e Suárez. Tendo que apontar um possível melhor jogador da partida deste sábado, o uruguaio sai na frente. Sem contar que no encontro de ida no Bernabéu, marcou dois gols e ajudou no passeio azul e grená em Madrid.

Os coadjuvantes de luxo são as peças a se observar no Camp Nou. De um lado, Kroos e Modric, do outro, Ivan Rakitic e Iniesta. Ainda que este último tenha sido especulado no banco para iniciar a partida, caso o oposto aconteça, o maestro espanhol tem tudo para ser mais uma vez aplaudido de pé pela afición catalã. Nos 4-0 sobre o Madrid, sua atuação foi das mais celebradas. Lembrou daquele Iniesta do auge em 2009-2010 e anotou, inclusive, um golaço em Navas com passe de letra de Neymar.

O El Clásico deste sábado promete um futebol extremamente agradável de se assistir. Daqueles da época de Zinedine Zidane e de Johan Cruyff. A homenagem para a lenda holandesa acontecerá, além no minuto de silêncio antes do apito soar, no futebol bem jogado com a bola rolando. Meu palpite é 2-0 para o Barcelona. O craque da laranja mecânica certamente ficaria contente se isso acontecesse.