Panama Papers: Barcelona acredita na inocência de Messi

Crédito do foto: Reprodução/Facebook Oficial de Lionel Messi

Novamente Lionel Messi é alvo de escândalo fora dos gramados. Dessa vez, o jogador é acusado de utilizar a empresa Mega Star Entreprises para o desvio de impostos milionários que deveriam ser pagos ao governo espanhol. O nome de seu pai, Jorge Messi, também faz parte da investigação que foi revelada pelo Consórcio Internacional de Jornalistas Investigativos e recebe o Nome de Panama Papers.

Um comunicado oficial foi emitido pelo Barcelona, nesta segunda-feira, informando que o clube acredita na inocência do argentino, tendo colocado ao seu dispor um aparato judiciário.

A família do jogador também defende a sua inocência, alegando que as acusações sofridas podem acarretar em danos irreparáveis na vida do camisa 10 da Barcelona.

“A empresa deriva de uma antiga estrutura societária desenvolvida pelos assessores fiscais anteriores a família Messi, cujas consequências fiscais para Lionel Messi já foram regularizadas. O que ocorre é especialmente grave quando se tenta acusar de fatos deletivos tão sérios quanto fraude fiscal e lavagens de capitais, acarretando em danos irreparáveis para Lionel Messi”, afirma a família do jogador.

Além de Messi, Michel Platine, presidente da Uefa, também está sendo investigado pelo processo, que tem cerca de 140 personalidades acusadas de desvio de dinheiro para paraísos fiscais.