Corintianos presos em Oruro estão entre os detidos envolvidos em briga com palmeirenses, diz TV

Reprodução/Facebook

Quatro confusões envolvendo palmeirenses e corintianos foram registradas após o clássico desse domingo, no Pacaembu. Uma delas, perto do metrô Clínicas, 27 torcedores do Corinthians foram detidos. Entre eles, segundo a TV Globo, estariam Tadeu Macedo Andrade e Leandro Silva de Oliveira, presos em Oruro por envolvimento na morte de Kevin Spada.

LEIA MAIS:
PALMEIRAS VENCE CORINTHIANS E ASSUME A LIDERANÇA DO GRUPO B
PALMEIRAS X CORINTHIANS; ÂNIMOS EXALTADOS DENTRO E FORA DO CAMPO

O jovem torcedor boliviano morreu vítima de um disparo de sinalizador vindo da torcida do alvinegra, que atingiu seu olho, no jogo entre Corinthians e San José. Os dois torcedores ficaram detidos por cerca de seis meses na cidade boliviana. Tadeu já foi vice-presidente e diretor da organizada Gaviões da Fiel.

“Era o caminhão das bandeiras e instrumentos da Gaviões da Fiel. Eles encontraram os palmeirenses, desceram e bateram neles”, relatou o coronel de Polícia Militar Luiz Gonzaga para a ESPN.com.br. Em uma das brigas, um homem que não estava envolvido morreu baleado com um tiro no peito, em São Miguel Paulista, zona leste de São Paulo.

As outras ocorrências de briga foram registradas antes da partida em Guarulhos e na estação Brás do metrô. O Palmeiras venceu o Corinthians por 1 a 0, com gol de Dudu.



Jornalista formado pela USCS, apaixonado por esportes, cultura e comunicação. Ex-atleta em atividade, pensa que sabe algo sobre futebol, handebol e esportes americanos.