Renato Maurício Prado acredita que Arão “sentiu a pressão da torcida”

Crédito da foto: Divulgação/Fox Sports.

Botafogo e Flamengo fizeram uma partida disputadíssima no sábado (02), no estádio Municipal de Juiz de Fora, em Minas Gerais, pela 5ª rodada do Campeonato Carioca. Longe do Rio de Janeiro, as equipes empataram por 2 a 2, gols de Joel Carli e Rodrigo Lindoso, para o Fogão, com Alan Patrick e Marcelo Cirino, para o Mengão.

LEIA MAIS:
VEJA COMO COMPRAR SEUS INGRESSOS PARA O UFC 198
MEDALHISTA OLÍMPICO CRITICA RACISMO NO JUDÔ BRASILEIRO: “O ESPORTE É PARA TODOS”
EX-LUTADOR DO UFC É PRESO POR TER PLANTAÇÃO DE MACONHA NA INGLATERRA
VÍDEO: JOGOS OLÍMPICOS RIO 2016 VIRAM PIADA INTERNACIONAL POR CAUSA DE POLUIÇÃO
VÍDEO: PLACA DE MADEIRA PROVOCA GRAVE LESÃO EM JOGADORA DE BASQUETE
VÍDEO: INCÊNDIO PARALISA JOGO NA INGLATERRA E TORCEDORES INVADEM O CAMPO

Um dos pontos do duelo que mais chamaram a atenção foi a atuação abaixo da média do volante Willian Arão. Atleta do Botafogo no ano passado, o jogador se transferiu de maneira polêmica para o Flamengo, causando irritação da torcida botafoguense. Para o jornalista Renato Maurício Prado, em seu programa A Última Palavra, na Fox Sports, no clássico do final de semana ele sentiu a pressão da torcida alvinegra:

“O Arão não jogou bem não. Acho que ele sentiu a pressão da torcida”, analisou Renato Maurício Prado.

Crédito da foto: Divulgação/Fox Sports.