Santos x Palmeiras: Final do Paulistão é o meu jogo inesquecível do clássico

Crédito da foto: Reprodução\ Facebook oficial do Santos Futebol Clube

Santos e Palmeiras duelam pela semifinal do Paulistão neste domingo na Vila Belmiro. E para esquentarmos este clássico vou relembrar o meu jogo inesquecível envolvendo essas duas equipes, aquela partida que a gente nunca esquece e como torcedor vai sempre recordar com carinho.

A final do Campeonato Paulista entre o time do Santos e Palmeiras do ano passado para mim como santista foi memorável, e teve um valor muito grande para mim, aquele título a forma de como foi a decisão, foi marcante.

O Peixe no início do ano vivia uma grave crise financeira pela gestão temerária do ex-presidente do Alvinegro Praiano Odílio Rodrigues. Com salários atrasados, jogadores entrando na justiça contra o clube, todos da imprensa decretaram o Santos iria cair para segunda divisão.

Mas ser santista é lindo e maravilhoso, o time se reergueu, calou os críticos e chegou a mais uma final de Paulistão. E na final após perder o primeiro jogo por 1 a 0. O time com a Vila Belmiro lotada começou como de costume em busca de gol, e após assistência de Robinho o zagueiro David Braz de renegado a um dos grandes personagens do título abriu o marcador.

O resultado levava a decisão para os pênaltis e o meu coração pulsava de tensão, até que após toque de craque de Robinho, Ricardo Oliveira que veio ao clube com um contrato de risco marcou fazendo minha alegria e de toda nação santista.

O meu pai é torcedor do Palmeiras, o clima em casa era tenso, e após o 2 gol do Peixe, o Alviverde foi para cima do Santos e com um belo passe de Valdivia o lateral Lucas marcou, que para mim foi falha de Vladimir.

O meu nervosismo, apreensão era gigante, ainda mais com um técnico como Marcelo Fernandes que taticamente era fraco, e quando vi que ia para os penalidades máximase o treinador santista deixou de colocar Gabigol, e Elano que batem pênaltis e também no final tinha tirado Robinho, foi o ápice da minha tensão.

Mas quando chegou os pênaltis com meu coração batendo forte ajoelhado no chão da sala, e pude ver meu Santos campeão, foi uma mistura de sentimentos, alegria, alívio, e a certeza que na crise o Peixe sempre levanta e anda. Esta partida e o título do Campeonato Paulista me trouxe novamente a certeza do orgulho de gritar nascer viver e no Santos morrer é um orgulho que nem todos podem ter.

Crédito da foto: Reprodução\ Facebook oficial do Santos Futebol Clube



Estudante de Jornalismo. Setorista no Torcedores.com do Santos e Botafogo.