Time que já foi sensação do Paulistão termina campeonato com zero ponto em 19 jogos

Crédito da foto: José Luiz Campos/Grêmio Barueri

Terceiro colocado do Paulistão de 2010 e com duas participações no Brasileiro, em 2009 e 2010, o Grêmio Barueri cava seu próprio calvário no cenário do futebol de São Paulo. O time da Região Metropolitana da Capital encerrou sua participação na Série A-3 do Campeonato Paulista com uma campanha que parece improvável no profissionalismo: em 19 jogos, 19 derrotas e zero ponto somado. Consequentemente, foi rebaixado à Segunda Divisão (última divisão estadual).

VEJA MAIS
TORCEDORES DE TIME ADVERSÁRIO SE MOBILIZAM PARA AJUDAR JOGADORES DO BARUERI NO DOMINGO

Porém, o mau desempenho tem explicação. A equipe viveu meses delicados financeiramente e os jogadores não tiveram sequer uma estrutura básica para treinamentos e partidas. Por diversas vezes, os clubes rivais ajudaram os atletas da Abelha em alojamentos, alimentação e hidratação, por exemplo. Sem dinheiro até para pagar a utilização da Arena Barueri, a agremiação atuou em seus últimos compromissos como mandante fora da cidade, em estádios mais baratos para aluguel.

Na competição, o Barueri colecionou vexames, como a derrota por W.O. para o Primavera e as goleadas para o Nacional-SP por 10 a 0, na Barra Funda, e Grêmio Osasco, por 8 a 0 (nessa partida, o Grêmio Barueri não tinha reservas). Neste domingo (3), para “fechar o caixão”, a equipe foi goleada por 6 a 1 para a Matonense, jogando em Matão, no interior. Ao todo foram oito gols marcados e 78 sofridos, saldo de -70.

Um triste desfecho para um time que apareceu bem nos últimos anos e que teve em seu elenco jogadores importantes como os atacantes Pedrão (maior artilheiro da história da Abelha, com 131 gols) e Fernandinho (hoje no Grêmio), o meia-atacante Thiago Humberto (atualmente no Linense), os volantes Ralf (ex-Corinthians) e Marcos Assunção (ex-Palmeiras e hoje no Sampaio Corrêa) e os goleiros Renê e Márcio.

Nesta mesma Série A-3, o Guaratinguetá, que emergiu da mesma forma que o Barueri, sendo campeão do interior em 2008 e que hoje está na Série C do Brasileiro, também teve seu rebaixamento consumado. A Garça somou 19 pontos, em 17º lugar. Outros que caíram para a Quarta Divisão foram Primavera, Itapirense, São José EC e Fernandópolis.



Jornalista desde 2012, com passagens pelos jornais ABCD Maior e Diário do Grande ABC, além do canal NET Cidade. Foi repórter colaborador e hoje é líder da comunidade de colaboradores juniores, plenos e seniores no site Torcedores.com.