Tite na Seleção? Direção do Corinthians aguarda reunião na CBF

Gre-Nal
Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

O Corinthians tem, ao menos ‘oficialmente’, o foco voltado para o jogo desta quarta-feira (6) com o Independiente Santa Fé (COL), pela Taça Libertadores da América. Mas os dirigentes do clube também voltam suas atenções para o Brasil. Uma reunião a ser realizada na Confederação Brasileira de Futebol (CBF) pode determinar o futuro do técnico Tite no comando do Corinthians e até com a Seleção Brasileira.

LEIA

Liga Adelante: Leganés tropeça e Alavés retoma a liderança

Tite reúne jogadores do Corinthians após derrota no Dérbi

Segundo o Globoesporte.com, a cúpula corintiana espera pela possibilidade de que a CBF possa convidar o treinador a comandar a Seleção caso Dunga seja demitido do comando. Tite é considerado nas especulações da imprensa como o principal nome na lista de substitutos caso o atual comandante do quadro nacional deixe seu cargo.

Há uma divisão de opiniões sobre a possibilidade de Tite comandar o Brasil na sequência do trabalho visando a Copa do Mundo de 2018, na Rússia. Uma parte dos dirigentes do Corinthians acredita que o treinador teria vontade de assumir a Seleção, por julgar que o técnico já conquistou o que poderia comandando o clube alvinegro. Outra admite que Tite recusaria o convite para treinar a Seleção para não deixar o clube antes do final da Libertadores.

Outro motivo apontado pelo Globo Esporte para que o Corinthians acredite em uma possível permanência de Tite no comando do clube é a briga política entre o presidente afastado da CBF Marco Polo Del Nero e o ex-presidente corintiano Andrés Sanchez, ainda muito ligado aos bastidores do clube. As recentes denúncias de corrupção envolvendo a entidade também teriam peso em uma negativa do treinador.

Enquanto o futuro de Tite segue em aberto, o Corinthians se concentra em tentar confirmar a classificação para a próxima fase da Libertadores,  com uma vitória sobre o time colombiano.

(Crédito da foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians)