Saiba como foi o aproveitamento de Falcão no comando técnico do Sport

Falcão
Foto: Divulgação

Eliminado da Copa do Nordeste pelo Campinense, neste último domingo, o Sport tomou uma decisão e optou pela saída do técnico Paulo Roberto Falcão.

LEIA MAIS:
Mercado da bola: Clubes chineses gastaram mais do que ingleses na janela de transferências

Contratado pelo Sport em setembro de 2015, após a saída de Eduardo Baptista para o Fluminense, Falcão jogou o Leão a terminar na sexta colocação do Campeonato Brasileiro, chegando perto de disputar vaga na Libertadores.

Até então, somando partidas do Brasileirão, Pernambucano, Copa do Brasil e Copa do Nordeste, Falcão esteve no comando técnico rubro-negro por 34 partidas, chegando a um aproveitamento de 55,8% dos pontos ganhos.

Em 34 jogos, foram 17 vitórias, seis empates e 11 derrotas – cinco destas neste ano, para América-PE, Aparecidense-GO, Campinense e Salgueiro (duas vezes).

Sem Falcão, o Sport voltará a campo contra o próprio Salgueiro, pela semifinal do Campeonato Pernambucano.



Baiano, 22 anos, jornalista em formação pela Universidade Jorge Amado (UniJorge). Apaixonado por esportes em geral, de preferência basquete, tênis e futebol, este último com maior fervor. Contato: victorw10@outlook.com