Veja por que o Vasco ainda não pode dar o que a torcida quer

Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br

O Vasco da Gama não pode fazer a contratações de jogadores de alto nível, como pedem muitos torcedores do Gigante da Colina, sobretudo após a visível queda de rendimento da equipe nas últimas 3 partidas do Campeonato Carioca. Embora não tenha sido derrotado, o Cruzmaltino jogou mal contra Botafogo, Flamengo e Volta Redonda.

LEIA MAIS:
VÍDEO: ATACANTE DO INTERNACIONAL PERDE GOL DE FORMA BIZARRA
MEDALHISTA OLÍMPICO CRITICA RACISMO NO JUDÔ BRASILEIRO: “O ESPORTE É PARA TODOS”
EX-LUTADOR DO UFC É PRESO POR TER PLANTAÇÃO DE MACONHA NA INGLATERRA
VÍDEO: JOGOS OLÍMPICOS RIO 2016 VIRAM PIADA INTERNACIONAL POR CAUSA DE POLUIÇÃO
VÍDEO: PLACA DE MADEIRA PROVOCA GRAVE LESÃO EM JOGADORA DE BASQUETE
VÍDEO: INCÊNDIO PARALISA JOGO NA INGLATERRA E TORCEDORES INVADEM O CAMPO

As atuações, por sua vez, fizeram soar o alarme dos torcedores vascaínos. Contra o Botafogo, o time foi pressionado e não conseguiu dominar o adversário, mas venceu por 1 a 0. Contra o Flamengo, se não fosse Martín Silva, a derrota teria acontecido e, contra o Volta Redonda, apesar de Nenê ter voltado a marcar, a defesa falhou.

Diversos torcedores do Vasco da Gama, pensando no melhor para a equipe, pedem a contratação de reforços de alto nível para chegar e ser titular no time de Jorginho, mas nesse momento, o Vasco não pode atender ao desejo do seu torcedor. Com uma situação financeira delicada, o clube de São Januário está sem patrocinador máster e lutando diariamente para manter os pagamentos em dia.

Gastar uma receita que não tem na contratação de reforços é, sem dúvidas, contrair uma dívida que pode prejudicar demais até mesmo esse time no futuro próximo. O exemplo de Riascos é o melhor para ilustrar isso. Sem espaços no Cruzeiro, o jogador não quer voltar a Raposa, quer ficar na Colina Histórica, assim como o Vasco deseja sua permanência, mas a inexistência, até o momento, da verba necessária para viabilizar isso impede que ambos tenham o que querem.

Crédito da Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br