Mercado da bola: Dirigente do Cruzeiro fala sobre proposta a Jorginho

Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br

O Vasco está com a cabeça voltada para a decisão do Campeonato Carioca, contra o Botafogo, neste domingo (01), no Maracanã. Campeão invicto da Taça Guanabara, o Gigante da Colina joga com a vantagem de 2 resultados iguais, mas além disso tem tido que lidar com outra situação.

LEIA MAIS:
RIBAMAR CONFIRMA BOA FASE CONTRA O FLUMINENSE: “TENHO SIDO MUITO FELIZ”
ATLETA DE 19 ANOS CAI DE CAVALO E MORRE DURANTE SELETIVA PARA OLIMPÍADA
VÍDEO: GOLEIRO TENTA FAZER DEFESA E COMETE FALHA BIZARRA NA INGLATERRA
VEJA POR QUE A IMPRENSA INTERNACIONAL ESTÁ PESSIMISTA SOBRE AS OLIMPÍADAS

Jorginho, comandante vascaíno desde agosto do ano passado, teve seu nome vinculado ao Cruzeiro desde que Deivid foi demitido da Raposa. O assédio de fato aconteceu o time mineiro chegou a dar como certa a contratação, contudo, o treinador recuou e deve seguir no Vasco da Gama, como informou o clube em nota oficial.

Em declaração ao site do jornal Lance, o vice-presidente do Cruzeiro, Bruno Vicintin, admitiu o interesse no técnico Jorginho, entre outros nomes, mas afirma nunca ter fechado com o treinador vascaíno:

“O Cruzeiro estuda uma lista de nomes. Esses três nomes (Jorginho, Ricardo Gomes e Reinaldo Rueda) são interessantes, mas a relação tem outras opções. São nomes que estão empregados no Brasil e no exterior. O problema é que estão colocando o Jorginho como fechado, como único nome, e isso não é verdade. Estamos estudando ainda, até porque não são operações fáceis, muitos dos pretendidos estão empregados”, declarou Vicintin.

Crédito da Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br