Filho do ex-presidente Fábio Koff detona o trabalho de Rui Costa no Grêmio

(Foto: Reprodução / YouTube)

Uma crise interna agita os bastidores do Grêmio na semana da grande decisão contra o Rosario Central pelas oitavas da Libertadores. Um áudio gravado pelo filho do ex-presidente do clube Fábio Koff, Fábio Koff Jr, revelou duras críticas ao trabalho do diretor executivo, Rui Costa (foto). Segundo Koff Jr, que é atual conselheiro gremista, Costa é um “hipócrita”.

LEIA MAIS:

Técnico do Palmeiras acredita na classificação do Grêmio sobre o Rosario

Mercado da Bola 2016: Grêmio está perto de contratar lateral do Avaí

Destaque do Rosario Central vira dúvida para a decisão contra o Grêmio

“Um clube, que nem o Grêmio, c***, se entregar para um executivo, cara, fala mansa, malandro, escroque. Não é burro, é inteligente. Falso pra c***. Uma das pessoas mais hipócritas que eu conheci na minha vida. O Grêmio se entregar para um cara desses. Até o fim dos meus dias, não vou me perdoar por não ter conseguido convencer o velho a tirá-lo. Eu devia ter dado uma porrada na cara ou apanhado dele. Só assim ele não estaria nos prejudicando tanto. Não tem cabimento, cara. Não tem sentido isso aí, tchê”, revela a transcrição do áudio de Koff Jr com os devidos cortes.

Rui Costa tem sido um dos alvos das críticas da torcida gremista após os recentes resultados negativos. Ele concedeu entrevista coletiva após a derrota por 1×0 para o Rosario Central, na Arena, e abriu a possibilidade de sair do clube. “Sou um profissional, se tiver que sair, eu não serei qualquer empecilho para que este trabalho prossiga”, disse, na ocasião.

No Grêmio desde o final de 2012, Costa foi convidado a integrar o futebol do Grêmio pelo presidente Fábio Koff, que comandou o clube entre 2013 e 2014. Os melhores resultados da equipe nesse período foram os vices do Brasileirão de 2013 e dos Gauchões de 2014 e 2015.



Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Fã de esportes, sobretudo tênis. Colorado por paixão, jornalista por vocação e tenista por opção.