Flamengo inicia preparação para enfrentar Fortaleza na quarta pela Copa do Brasil

Foto: Divulgação/ Site oficial

 O Flamengo vai treinar às 15h30  desta segunda-feira(2), no CT George Helal, visando o jogo válido pela segunda fase da Copa do Brasil, contra o Fortaleza, no Castelão, quarta-feira, às 21h45 (horário de Brasília). A expectativa é de casa cheia para a primeira partida entre os clubes que pode já classificar o rubro-negro, caso vença por dois ou mais gols o time cearense.

Leia mais:

 Muricy reitera necessidade do Flamengo contratar zagueiro, mas admite:”está difícil”
 Rodrigo Caetano fala da possibilidade do Flamengo vender Adryan para o Nantes
  Os erros que atormentam a defesa do Flamengo

 

O time titular já vai se desenhando na cabeça do técnico Muricy Ramalho. Durante o último treino, o time titular foi escalado sem goleiro, com Rodinei, Wallace, Juan e Jorge; Cuéllar, Willian Arão e Mancuello; Fernandinho, Marcelo Cirino e Paolo Guerrero.

Muricy confirmou que Fernandinho possa começar jogando na quarta contra o Fortaleza. “Estamos analisando o Fortaleza. Nós vimos o primeiro jogo, o Jayme foi ver o segundo jogo. Fernandinho tem chances de ser titular, sim”, disse em entrevista coletiva.

O time do Flamengo viaja amanhã na parte da manhã para Fortaleza, local da partida. Mas antes, treina hoje às 15h30, no Rio e já com a equipe titular definida. O treinador tem adotado a tática de realizar trabalhos fechados à imprensa  como no caso de sábado pela manhã mas o time a ser escalado deve ser o citado acima, com a entrada de Paulo Victor no gol.

O time rubro-negro venceu jogo-treino contra o Americano-RJ por 3 a 0,  com gols de Willian Arão, Guerrero e Ederson que foi disputado na tarde do último sábado, no CT George Helal. Muricy iniciou com a formação de titulares, entre eles Fernandinho, e na segunda etapa, reformulou todo o time para dar ritmo aos outros jogadores reservas.

Emerson Sheik e Éverton se recuperam de leões e só serão usados quando tiverem 100% recuperados, garantiu o comandante. “Se o jogador estiver mais ou menos, não o escalamos. Só voltarão a campo quando estiverem 100%”, finalizou.



Sou apaixonado por esportes e política. Escrever é minha paixão. A vida é muito intensa para ser editada em palavras!