Giovanni Augusto diz que deseja a seleção brasileira: “sei que tenho condições”

Corinthians x Santos
Daniel Augusto Junior / Agência Corinthians - Giovanni Augusto - 4,50 milhões de euros

Giovanni Augusto desembarcou no Parque São Jorge no início de 2016 com a expectativa de suprir as saídas de Jadson e Renato Augusto, jogadores importantes na conquista do hexacampeonato brasileiro. Peça fundamental no elenco do técnico Tite, o meia é uma das esperanças na torcida para repetir a boa campanha corintiana em 2015.

LEIA MAIS:
Léo Príncipe é a novidade na reapresentação do Corinthians; saiba mais sobre o jovem
Marquinhos Gabriel elogia Dorival Júnior, mas diz: “A tática do Tite é mais pronta e moderna”

Em entrevista exclusiva ao Torcedores.com, o jogador corintiano falou sobre a frustração na Libertadores, garantiu o Timão na briga por títulos e analisou as diferenças entre Tite e Levir Culpi.

Torcedores.com: Como você reagiu à eliminação precoce do Corinthians na Libertadores? O Nacional surpreendeu?
Giovanni Augusto: Logicamente fiquei chateado. Mas, Libertadores na reta decisiva é mata-mata e qualquer erro acaba sendo fatal. O Nacional é uma equipe forte e tiveram competência para nos vencer em Itaquera.

Torcedores.com: Em 2015, quando jogava pelo Atlético-MG, o clube também foi eliminado nas oitavas de final da competição. Qual dessas eliminações pesou mais? Onde a cobrança foi maior?
Giovanni Augusto: São duas camisas pesadas. Difícil medir em qual lado pesou mais. Posso garantir que foram duas frustrações da minha carreira

Torcedores.com: Nesta temporada o Corinthians ainda disputa duas competições (Copa do Brasil e Brasileirão), dá para brigar forte nas duas? O Tite tem elenco para isso?
Giovanni Augusto: Sim. Hoje o futebol brasileiro está bastante equilibrado e tem várias equipes com condições de ganhar essas competições. Com certeza o Corinthians é uma delas.

Torcedores.com: Por falar em Tite, como você avalia o trabalho do técnico? É o melhor com quem você já trabalhou?
Giovanni Augusto: A cada dia veio admirando mais o trabalho do Tite. É um grande treinador. Gostei muito de trabalhar com o Levir Culpi. Foi um treinador que confiou no meu potencial num momento complicado que tive no Atlético Mineiro.

Torcedores.com: Tite é o nome ideal para a seleção brasileira?
Giovanni Augusto: Não sou o nome indicado para saber se ele é o nome ideal para a seleção. Até porque tem hoje um treinador lá que tem história na seleção como jogador e treinador e precisa ser respeito que é o Dunga.

Torcedores.com: Qual a diferença entre o trabalho do Tite para o do Levir Culpi?
Giovanni Augusto: Acho que eles tem mais semelhanças do que diferenças. Ambos são muito estudiosos e abraçam bastante o grupo de jogadores. Acho que a maior diferença é na personalidade, o Tite é um pouco mais sério e o Levir mais brincalhão. Mas o Tite também dá liberdade para brincadeiras.

Torcedores.com: No ano passado o Corinthians do Tite e Atlético-MG do Levir disputaram rodada a rodada o título do Brasileirão. Para você, quais são os favoritos ao título em 2016?
Giovanni Augusto: Como já falei, vejo um equilíbrio muito grande hoje no futebol brasileiro. Todos do Rio e São Paulo são fortes, além dos mineiros e gaúcho. Só aí já dá 11 times.

Torcedores.com: Hoje você está com 26 anos, ainda sonha em jogar no futebol europeu? E defender a seleção brasileira?
Giovanni Augusto: Defender a seleção brasileira seria a realização de um sonho e desejo atingir esse objetivo. Tenho condições para isso mesmo sabendo da concorrência alta na minha posição. Também gostaria de atuar no exterior, mas quero enaltecer que estou muito contente no Corinthians e hoje não me enxergo defendendo outra camisa.

Torcedores.com: Quando você chegou ao Corinthians à expectativa era a de suprir as saídas do Renato Augusto e do Jadson. Acha que já conseguiu?
Giovanni Augusto: Meu discurso é o mesmo de que quando cheguei. Eu sou Giovanni Augusto. Quero construir uma história bacana como eles construíram. Cada jogador tem sua característica.

Torcedores.com: Para encerrar, você vai acompanhar o duelo brasileiro na Libertadores entre Atlético x São Paulo? Vai torcer para alguém?
Giovanni Augusto: Que vença o melhor.

Desde que chegou ao Corinthians, Giovanni Augusto disputou 19 partidas e marcou 3 gols.