Itália não terá Pirlo e Giovinco na Eurocopa; confira os pré-convocados

Eurocopa
Crédito da foto: Getty Images

O técnico da seleção italiana, Antonio Conte, anunciou nesta segunda-feira os 28 jogadores pré-convocados para a disputa da Eurocopa de 2016, na França, e causou estranheza pelo fato de não chamar o meio-campista Andrea Pirlo, do New York City, presente nas últimas quatro edições da competição, e do atacante Sebastian Giovinco, do Toronto FC, eleito o melhor jogador da Major League Soccer (MLS) na última temporada e que novamente vive grande fase na maior liga de futebol dos Estados Unidos e do Canadá.

LEIA MAIS:

MLS: MELHOR JOGADOR DE 2015, GIOVINCO “APRONTA” MAIS UMA E MARCA UM GOLAÇO; ASSISTA
MARCELINHO CARIOCA CONTA QUE SOFREU BOICOTE DE LUXEMBURGO POR CAUSA DE MULHER
MARCELINHO CARIOCA FALA SOBRE PÊNALTI PERDIDO CONTRA PALMEIRAS E DA REAÇÃO DE CORINTIANOS
MERCADO DA BOLA: BARCELONA CONTRATA “OUTRO” SUÁREZ, SEGUNDO JORNAL
MERCADO DA BOLA: FALCAO ANUNCIA RETORNO AO MONACO E TENTATIVA DE JOGAR PELO RIVER PLATE

O treinador italiano, por outro lado, surpreendeu ainda mais com a convocação de sete atletas que jamais atuaram pela Azurra. Podem estrear pela seleção o goleiro Sportiello, os zagueiros Davide Zappazosta, Lorenzo Tonelli e Armando Izzo, os meio-campistas Marco Benassi e Danilo Cataldi, e o atacante Leonardo Pavoletti.

Além deles, a pré-lista conta ainda com dois brasileiros naturalizados: o volante Jorginho, do Napoli, e o atacante Éder, da Inter.

A lista ainda não é definitiva, pois alguns jogadores de Milan, Juventus e PSG não puderam ser convocados já que ainda disputarão finais das copas nacionais. Portanto alguns nomes podem ser trocados, mas Giovinco e Pirlo não devem estar entre eles.

A Itália vai estrear na Euro-16 no dia 13 de junho, contra a Bélgica, em Lyon. Porém, antes, como preparação, a equipe fará dois amistosos, contra Escócia e Finlândia, nos dias 29 de maio e 6 de junho.

Confira a lista parcial do técnico Antonio Conte para a Euro:

Goleiros: Federico Marchetti (Lazio), Antonio Mirante (Bologna), Marco Sportiello (Atalanta).

Defensores: Lorenzo De Silvestri (Sampdoria), Francesco Acerbi (Sassuolo), Davide Astori (Fiorentina), Leonardo Bonucci (Juventus), Armando Izzo (Genoa), Angelo Ogbonna (West Ham), Lorenzo Tonelli (Empoli) e Davide Zappacosta (Torino).

Meio-campistas: Marco Benassi (Torino), Federico Bernardeschi (Fiorentina), Antonio Candreva (Lazio), Danilo Cataldi (Lazio), Daniele De Rossi (Roma), Stephan El Shaarawy (Roma), Alessandro Florenzi (Roma), Emanuele Giaccherini (Bologna), Jorginho (Napoli), Marco Parolo (Lazio), Roberto Soriano (Sampdoria),

Atacantes: Fabio Borini (Sunderland), Eder (Inter), Ciro Immobile (Torino), Lorenzo Insigne (Napoli), Leonardo Pavoletti (Genoa) e Graziano Pellè (Southampton)