“Messi e Ronaldo não marcariam tantos gols assim na Itália”, diz atacante

Crédito da Foto: Getty Images

Concorrentes ano após ano na artilharia do Campeonato Espanhol, Lionel Messi e Cristiano Ronaldo não teriam vida fácil atuando na Serie A TIM. Pelo menos é o que pensa Paulo Dybala, jogador da Juventus.

LEIA MAIS:
HÁ 11 ANOS, MESSI MARCAVA PRIMEIRO GOL NA CARREIRA COM PASSE DE RONALDINHO; RELEMBRE
OPINIÃO: TEATRO DOS SONHOS NÃO É PALCO IDEAL PARA A REALIDADE DO LEICESTER

Em entrevista ao Tuttosport reproduzida no Sapo Desporto, o argentino colocou em cheque a capacidade de dois dos melhores jogadores dos últimos tempos. “Na Itália, defende-se muito bem. É um futebol tático: as equipes pequenas não jogam de forma inconsciente como as equipas pequenas da Espanha. Aqui, eles não marcariam 80 ou 90 gols”, afirmou.

Na atual temporada, o atacante da Juventus é o artilheiro da equipe no Campeonato Italiano, com 16 gols em 36 jogos. No ranking geral, está empatado com Carlos Bacca, do Milan, e só fica atrás do compatriota Gonzalo Higuaín, do Napoli.

Já na liga espanhola (onde também foram disputadas 36 rodadas até o momento), o artilheiro é o uruguaio Luis Suárez, com 35 tentos. Messi e Ronaldo, porém, vêm logo atrás, com 25 e 31 gols, respectivamente. O atual melhor jogador do mundo e Dybala são companheiros na Seleção Argentina.



Jornalista formado pelo Mackenzie (SP), pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Multimídias e pós-graduando em Assessoria de Comunicação e Mídias Sociais pela Anhembi Morumbi (SP). Apaixonado por esportes desde 1994.