No Twitter, McGregor sugere que UFC 200 bateria recorde se lutasse

Reprodução/Facebook Oficial Conor McGregor

Fora do UFC 200, em julho, Conor McGregor segue em evidência e tentando cavar novamente um lugar no card do principal evento do ano na organização. Nesta segunda-feira (2), o irlandês realizou uma série de perguntas e respostas com seus seguidores no Twitter e afirmou que não acredita que o UFC 200 quebrará os recordes de venda de pay-per-views nos Estados Unidos.

LEIA MAIS

Site ‘flagra’ Ronda Rousey treinando boxe na praia com equipe

Ao ser perguntado se o UFC 200 venderia algo em torno de 1,5 milhão no PPV, o ‘Notorious’ declarou que não vê o evento como quebrador de recordes e citou que, se estivesse no card, gostaria de quebrar a marca alcançada pela luta entre Floyd Mayweather Jr e Manny Pacquiao, que vendeu mais de 4,5 milhões de pacotes do tipo

“Eu não acho (que o UFC quebre o recorde de vendas). Eu queria quebrar o recorde de May/Pac, pronto para colocar o MMA no topo de tudo, mas não era para ser”, declarou McGregor segundo o Lance.

Para ressaltar a declaração, McGregor afirmou que já ultrapassou o recorde de vendas de PPV do UFC 100, em 2009, que era de pouco mais de 1,5 milhão. E também citou o mais recentes evento de pay-per-view da organização, o 197.

“Eu ultrapassei (o UFC 100) por 400 mil vendas. O que por si só são 100 mil vendas a mais que o UFC 197 ao todo”, completou o irlandês.

Conor McGregor enfrentaria Nate Diaz no UFC 200, como revanche da luta em que perdeu para o americano no UFC 196, mas a luta foi cancelada devido à recusa do irlandês em participar de evento promocional da entidade. O presidente do Ultimate, Dana White, já afirmou que o ‘Notorious’ terá sua revanche contra Diaz, mas em um outro evento.

(Crédito da foto: Reprodução/Facebook Oficial Conor McGregor)