Opinião: Teatro dos Sonhos não é palco ideal para a realidade do Leicester

Manchester United x Leicester
Crédito da Foto: Reprodução/Twitter/Premier League

O empate desde domingo (1) por 1 a 1 contra o Manchester United, em pleno Old Trafford, não é de todo motivo para lamentação do torcedor do Leicester. Apesar de adiar a festa do título, os Foxes (caso o Tottenham não tropeçe nesta segunda contra o Chelsea) poderão fazê-la em casa, contra o Everton no próximo sábado (7), com a própria torcida em maioria. Se o estádio do United é apelidado de “Teatro dos Sonhos”, então não é palco ideal para a grande realidade que vive o time de Claudio Ranieri.

LEIA MAIS:
SEM FESTA! LEICESTER EMPATA COM UNITED E ADIA SONHO DO TÍTULO
MANCHESTER UNITED 1 X 1 LEICESTER: ASSISTA AOS GOLS DA PARTIDA

O jogo não foi favorável para as Raposas. O time da casa ainda luta pela vaga na próxima Champions e, também por isso, pressionou desde o começo. A sensação do campeonato, como em toda a temporada, deixou o adversário jogar e tentou explorar lances esporádicos. E assim surgiu o gol de empate: bola aérea com o zagueiro no ataque.

Apesar de conseguir equilibrar as ações, o jogo seguiu sem grandes oportunidades para ambos os lados e, no final, o Leicester ainda saiu no lucro. Apesar de Drinkwater ter sido expulso, a falta feita pelo volante foi em cima da linha (ou seja, lance para pênalti), mas o juiz não viu assim. O resultado em si foi justo pelo que se viu nos 90 minutos.

Seria interessante o apito final na casa do maior campeão da história do Campeonato Inglês decretar um título a um time que nunca levantou o troféu da competição? Sem dúvidas, mas o destino reserva a comemoração na própria cidade do clube, que irá parar com o feito.

O lado positivo, então, é saber que o Leicester irá comemorar (sim, irá) o título no King Power Stadium, onde seus fãs o apoiaram intensamente desde o início e tanto querem ver o sonho se tornar realidade com os próprios olhos. Para coroar a celebração, ela pode até contar com cerveja distribuída pelo presidente para a torcida.

Em outras quatro ocasiões (entenda), Vichai Srivaddhanaprabha (sim, o nome é esse) comemorou momentos especiais recentes do clube distribuindo cerveja a todos os espectadores. Se, das outras vezes, o motivo da comemoração não era um título da Premier League, imagine como será a festa em casa.

Para a festa ficar (quase) completa (Drinkwater, outro grande destaque, foi expulso e não joga), o artilheiro Jamie Vardy está de volta após cumprir suspensão. O cenário perfeito para o amante do futebol, com isso, é imaginar aquele jogo bem disputado e empatado até os últimos minutos quando, num lance de oportunismo, o camisa 9 balança as redes e leva a torcida ao delírio, concretizando em uma das mais emocionante das histórias recentes do futebol mundial.

O ponto final, então, será especial: na última rodada, o todo poderoso Chelsea, campeão da última Premier League e que parecem ter esquecido o futebol na temporada passada, passará a faixa e verá a taça ser erguida pelo inédito campeão da cidade da região de East Midlands.

Tentativas de previsões à parte, convenhamos: à exceção dos torcedores do Tottenham, todos queremos ver o Leicester campeão. Seja como for, quando for. É ver para constatar que, até para quem não goste e vá conhecer essa história, futebol é muito mais do que um jogo.



Jornalista formado pelo Mackenzie (SP), pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Multimídias e pós-graduando em Assessoria de Comunicação e Mídias Sociais pela Anhembi Morumbi (SP). Apaixonado por esportes desde 1994.