Palmeiras: Confira os 10 estrangeiros que mais vestiram a camisa do Verdão

Valdivia
Foto: César Greco/ Ag. Palmeiras/ Divulgação

O Palmeiras realizou a contratação de mais um jogador na busca pelo título brasileiro em 2016. Desta vez veio um destaque do futebol sul-americano: trata-se de Yerry Mina, jovem defensor de 21 anos, e que estava no Santa-Fé, da Colômbia.

Rápido, forte, e com presença, Mina chega com status de titular no atual Palmeiras, e vem credenciado também por ser titular na seleção colombiana que disputará os Jogos Olímpicos do Rio 2016.

Com a chegada do zagueiro, separamos uma lista com os 10 estrangeiros que mais vestiram a camisa do Palmeiras.

Será que Mina conseguirá entrar neste grupo?

Informações do site oficial do Palmeiras.

Confira:

1º – Francisco Arce Paraguai – 242 partidas

Um dos destaques do Palmeiras, campeão da Libertadores em 99, Mercosul e Copa do Brasil em 98, Copa dos Campeões e Torneio Rio São Paulo em 2000, Arce é o estrangeiro com mais jogos pelo Verdão (242) em uma única passagem pelo clube (1998 até 2002).

Reprodução palmeiras.com.br
Reprodução palmeiras.com.br

 

Defendeu a seleção do Paraguai por 10 anos, sendo duas Copas do Mundo (1998 e 2002), além de 3 Copas Américas (1995, 1997 e 1999) e um Jogos Olímpicos, em 1992, sendo reconhecido pelo forte esquema defensivo paraguaio, o qual ele fazia parte juntamente com Gamarra e Chilavert.

Exímio cobrador de faltas, anotou 57 gols pelo Verdão, sendo o segundo maior artilheiro estrangeiro do Palmeiras, mesmo sendo lateral direito.

2º – Jorge Valdívia Chile – 241 partidas

Logo atrás de Arce aparece o chileno Valdívia, com 241 jogos.

O mago foi o que mais tempo ficou no Palmeiras, mas devido à lesões não é o estrangeiro com mais partidas, ele que possui duas passagens pelo Verdão (2006 – 2008 e 2010 – 2015).

Autor de 41 gols pelo Palestra, defendeu a seleção odo Chile em duas Copas do Mundo (2010 e 2014) e foi campeã da Copa América 2015.

3º – Victor Diogo Uruguai – 146 partidas

Terceiro na lista é o uruguaio Diogo.

Lateral direito na década de 80, Diogo defendeu o Verdão em 146 oportunidades e marcou 8 gols no período de 1984 até 1987 e no ano de 1989.

Pelo Uruguai participou da Copa do Mundo de 1986, no México.

4º – Arouca Portugal – 137 partidas

Humberto da Silva Frias, esse era o nome do primeiro Arouca que o Palmeiras teve.

Entre 1974 e 1977, Arouca defendeu o Verdão em 137 jogos, e fez parte da gloriosa Academia, ele que atuava como zagueiro.

O português conquistou o título paulista de 1974.

5º – Segundo Villadoniga Uruguai – 134 partidas

Villadoniga foi um meia atacante do Palmeias na década de 40, e em 134 jogos, balançou as redes adversárias em 50 oportunidades.

Chegou quando o clube ainda era o antigo Palestra Itália, em 1942, ficando até 1946.

Villadoninga, o maior artilheiro estrangeiro do Verdão Foto: palmeiras.com.br
Villadoninga, o maior artilheiro estrangeiro do Verdão Foto: palmeiras.com.br

 

Pelo Uruguai, participou do Campeonato Sul-Americano de 1937.

6º – León Darío Muñoz Colômbia – 132 partidas

Muñoz chegou ao Palmeiras ainda desconhecido, vindo do Atlético Nacional mas apesar de não contar com uma das técnicas mais apuradas, sempre colaborou com raça e determinação.

Muñoz Foto: Divulgação
Muñoz Foto: Divulgação

De 2001 até 2006, o colombiano defendeu o Verdão em 132 oportunidades, marcando 31 gols.

Pela seleção nacional tem apenas um jogo, sendo ele no período em que estava no Palmeiras.

7º – Juan Raúl Echevarrieta Argentina – 127 partidas

Echevarrieta é o sétimo da lista, sendo o primeiro argentino.

Com 127 jogos, o atacante conta com uma média muito boa de gols, tendo marcado no total 114, se credenciando como o maior artilheiro estrangeiro do Palmeiras.

Defendeu o Verdão de 1939 até 1942 e jamais vestiu a camisa da Argentina.

8º – Luiz Villa Argentina – 127 partidas

Villa foi um dos volantes do Palmeiras na década de 50.

Seu ponto forte era a marcação, visto que anotou apenas 3 gols em 127 jogos pelo Verdão.

Vindo do Estudiantes, defendeu o Palmeiras de 1950 até 1953.

9º – Carlos Aragonés Bolívia – 113 partidas

Aragonés defendeu o Palmeiras entre os anos de 1981 até 1984, em um total de 113 jogos.

Atuava como meio campista e defendeu a seleção boliviana em 31 oportunidades.

10º – Pablo Armero Colômbia – 80 partidas

O último desta lista é Pablo Armero, lateral esquerdo conhecido pelas danças em comemorações dos gols.

Com uma rápida passagem pelo Verdão (2009 até 2010), Armero vestiu a camisa do Palmeiras em 80 oportunidades.

Pela Colômbia, participou da Copa do Mundo 2014, no Brasil.