Treinador do Audax critica Palmeiras e Corinthians por assédio a jogadores

Corinthians
Crédito Foto: Renato Silvestre/Site oficial do Osasco Audax

A surpreendente chegada do Osasco Audax à final do Campeonato Paulista tem prejudicado o clube. O problema é que a maioria de seus atletas ficam sem contrato ao fim do torneio e já podem assinar com outras equipes. É o caso do meia Tchê Tchê, que assinou com o Palmeiras, e do volante Camacho e do atacante Bruno Paulo, que estão bem próximos de fechar com o Corinthians. Por isso, o técnico do clube, Fernando Diniz, criticou o assédio dessas equipes antes do fim da competição.

LEIA MAIS:

MERCADO DA BOLA: REFORÇO COLOMBIANO JÁ TEM DATA PARA CHEGAR AO PALMEIRAS

VEJA 10 NOTÍCIAS DO PALMEIRAS QUE ESTÃO BOMBANDO

MERCADO DA BOLA: CRICIÚMA AVISA PALMEIRAS QUE QUER JUNINHO

EMPRESÁRIO DE DUDU COBRA MAIS DE R$ 700 MIL DO PALMEIRAS NA JUSTIÇA; ENTENDA

10 JOGADORES “ESQUECIDOS” QUE ATUAM NA MLS

CORINTHIANS PODERÁ CONTAR COM YAGO EM ‘DECISÃO’ NA LIBERTADORES

CORINTHIANS DEVE TER MUDANÇA CONTRA O NACIONAL-URU; CONFIRA

MERCADO DA BOLA: CORINTHIANS TEM INTERESSE EM DOIS JOGADORES DO OSASCO AUDAX

Apesar de dizer que não crê que seja um desrespeito ao Osasco Audax, já que a situação não é ilegal, Diniz não gostou da atitude dos clubes.

“Eu acho que [esse assédio] poderia ser evitado”, disse o treinador do times osasquense em entrevista coletiva após o primeiro jogo da final do Paulistão..

“Se chegaram a fazer contato com os jogadores diretamente, eu acho que poderia ser evitado. Poderiam esperar o fim do campeonato para não tirar o foco do jogador. Isso tira um pouco do brilho do campeonato. Vários clubes do Brasil me procuraram falando sobre jogadores e me avisaram que vão esperar o campeonato acabar para procurar os atletas. Foram mais discretos”, completou Diniz.

Entretanto, pela legislação desportiva brasileira, jogadores já podem assinar um pré-contrato com outros clubes quando restarem apenas seis meses de vínculo do atual acordo. Portanto, Palmeiras, Corinthians ou qualquer outro clube que tenha negociações com atletas em final de contrato com o Osasco Audax estão agindo dentro da lei.