“Vovôs”, ídolos de Juventus e Roma ignoram idade avançada e garantem topo da tabela

Francesco Totti
Crédito da foto: Divulgação / Site oficial AS Roma

Idade avançada, para o futebol italiano, não é sinônimo de aposentadoria, reumatismo e tosse. Muito pelo contrário. Juventus e Roma, dois dos três primeiros colocados da Série A nesta temporada, tem muito a agradecer aos seus “vovôs”. Os ídolos das duas equipes tem garantido a manutenção de seus clubes no topo da tabela.

LEIA MAIS
MILAGRE DE BUFFON DEIXA JUVENTUS COM A MÃO NA TAÇA DO CAMPEONATO ITALIANO
OPINIÃO: COMO É BOM TER UM ÍDOLO PARA AMAR. OBRIGADO TOTTI

Na Juventus, o goleiro Gianluigi Buffon foi um dos responsáveis pelo pentacampeonato italiano. Com 38 anos de idade, o arqueiro da Velha Senhora tomou apenas 18 gols. Para ter uma ideia da quilométrica diferença, a segunda defesa menos vazada, a do Napoli, tomou 31 gols (em, até o momento, 36 jogos). Detalhe: Pepe Reina, goleiro azzurri, tem 33 anos.

Como se não bastasse a segurança embaixo das traves, Buffon ainda opera milagres: defendeu uma cobrança de pênalti no último minuto do jogo contra a Fiorentina, evitando o empate da Viola. Não satisfeito com proeza, ainda foi ágil e bloqueou o rebote.

Já na Roma, o vovô atua no outro extremo do campo. Francesco Totti, no alto dos seus 39 anos, entra em campo e conserta os placares mais adversos para os giallorossi. Contra o Bologna, deu o passe para o gol de empate de Salah. Contra a Atalanta, garantiu o empate com um belo chute de fora da área. Contra o Torino, só não fez chover: entrou aos 41’ do segundo tempo e emplacou dois gols, virando a partida. Contra o Genoa, ontem, entrou em campo, marcou o gol de empate (sim, de novo) e participou da jogada que virou a partida (sim, mais uma vez).

São 4 gols nos últimos 4 jogos, fora passes para gols e assistências que deixaram companheiros frente a frente com o goleiro adversário (e não foram convertidas). Até a trave ele carimbou.

Alguns outros exemplos de atletas bastante experientes e que estão fazendo boas temporadas também podem ser encontrados em outros clubes: como já dito, o Napoli tem o goleiro Pepe Reina, com 33 anos e Massimo Maccarone, com seus 36 anos, já marcou 14 gols pelo Empoli nessa temporada.

Se a Fontana di Trevi era o ponto final de um dos mais antigos aquedutos que abasteciam a Roma antiga, Buffon e Totti, aquedutos de técnica, talento e experiência, parecem não querer chegar ao fim de suas vidas futebolísticas, para a felicidade dos torcedores bianconeri e giallorossi.



Mídias Sociais da AS Roma Brasil, MBA em Gestão Estratégica de Negócios, blogueiro desde 2007 e radialista amador. Escreve sobre futebol italiano, automobilismo e o que aparecer, mas gosta mesmo é de contar boas histórias