5 razões explicam a vitória do Grêmio sobre o Santos

Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Após duas derrotas seguidas, o Grêmio findou a sequência negativa com importante vitória sobre o Santos (3 a 2) na noite desta quarta-feira, na Arena, e assumiu provisoriamente a vice-liderança do Brasileirão. O Tricolor chegou a abrir 2 a 0 no primeiro tempo, com gols de Giuliano e Douglas. Levou o empate na etapa final, mas nos momentos finais do jogo garantiu o triunfo com belo gol do lateral-esquerdo Marcelo Hermes.

LEIA MAIS:
Grêmio x Santos: veja os cinco gols da partida 

5 razões que explicam a vitória gremista. Confira:

1 – Aplicação tática: Depois de duas exibições ruins, o Grêmio voltou a mostrar um bom futebol, sobretudo no primeiro tempo. Os jogadores se desdobraram na marcação.

2 – Éverton: O jovem atacante gremista não deixou a sua marca, porém, participou dos dois primeiros gols ao finalizar com força. Vanderlei deu rebote em ambas vezes. Giuliano e Douglas completaram para o gol.

3 – Marcelo Hermes: A sua entrada era improvável. Aos 27 minutos do segundo tempo foi chamado por Roger para substituir o zagueiro Rafael Thyere, lesionado. Aos 43, ele desarmou Lucas Lima no meio-de campo, passou para Giuliano, recebeu a bola de volta e com categoria tocou para o gol.

4 – Pouca produtividade do ataque do Santos no primeiro tempo: O Peixe teve o domínio da posse de bola na etapa inicial (mais de 60%), porém, não conseguiu traduzir isso em chances de gol. Marcelo Grohe foi um mero expectador. Somente no segundo tempo, o Santos cresceu a partir das entradas de Copete (autor do primeiro gol), Yuri e Jean Mota.

5- Lucas Lima – Principal referência do Santos na temporada, o meia Lucas Lima teve noite para ser esquecida. Produziu pouco, levou cartão amarelo de bobeira e nos minutos finais perdeu a bola para Marcelo Hermes.



Rafael Alaby é jornalista diplomado pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado), com passagens pela Chefia de Reportagem de Esportes, da TV Bandeirantes, em São Paulo e site KiGOL. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte (FMU)