Argentino Emiliano Vecchio é apresentado no Santos e diz: “Oportunidade de jogar aqui é única”

Crédito da foto: Reprodução/ Facebook oficial do Santos Futebol Clube

O meia argentino Emiliano Vecchio foi apresentado hoje no Santos, o jogador que foi um pedido de Dorival para diretoria santista, revelou que não teve dúvidas de vir para o Peixe, segundo ele é uma oportunidade única. O jogador assinou com o Santos até 31 de dezembro de 2019.

O Lance fez apresentação em tempo real. http://www.lance.com.br/temporeal/santos/

Perguntado na entrevista sobre sua posição de origem, disse sempre ter jogado de meia, mas também falou poder jogar como segundo volante também.

“Sempre joguei de meia, mas no futebol de hoje todos tem que se adaptar um pouco. Posso jogar como segundo volante, por fora. O mais importante é estar 100%.”, revelou o argentino

Vechio perguntado sobre suas condições de jogo, diz estar preparado para jogar, e se colocou a disposição do grupo para o duelo diante do Fluminense.

“Cheguei já faz um tempo, fiz adaptação, conheci o grupo, treinei e estou à disposição. Se quiser me colocar cinco minutos, vou dar 100%, se quiser 90 minutos, também!”, falou Vecchio.

Sobre o motivo que fez escolher jogar no Santos, ele foi enfático em dizer que seria uma chance sem igual na carreira, e revelou ter que ir contra a vontade da mulher já que ela não queria sair do Catar.

“Minha mulher queria me matar, queria ficar no Catar. Mas a oportunidade de jogar aqui é única, não tive dúvidas. Não me arrependo de nada, estou aqui porque quero. Quero jogar!”, disse o meia.

Ele também disse os motivos por ter jogado pouco quando atuou no futebol brasileiro, e respondeu sobre a polêmica de sempre entre argentinos e brasileiros sobre quem é melhor Pelé ou Maradona, e os hermanos não vai gostar nenhum pouco de sua opinião.

“Quanto eu tinha 18 anos, tive a chance de vir ao Brasil. Assinei com o Corinthians e fui ao Barueri. Peguei um time arrumado, muito bom. Encaixado. Tive pouco tempo para me adaptar. Quem estava na minha posição, estava melhor que eu. Não tem muita explicação.”,

“Logicamente que o argentino gosta muito do Maradona, nunca vai falar que Pelé é maior. Mas tem que reconhecer que o que o Pelé fez, ninguém fará. Se eu tiver que escolher, Maradona não é o melhor, para mim é Messi!”, completou o argentino.

Emiliano Vecchio tem 27 anos e com a abertura da janela de transferências internacionais, ele junto com Copete já podem estrear com a camisa do Alvinegro Praiano, o argentino tinha vínculo com o clube do Catar se encerrando e fez um pré-contrato com o Peixe, ele vai disputar posição com Lucas Lima, Léo Cittadini, Ronaldo Mendes Serginho, e Rafael Longuine.

Crédito da foto: Reprodução\ Facebook oficial do Santos Futebol Clube



Estudante de Jornalismo. Setorista no Torcedores.com do Santos e Botafogo.