Cartola FC: dicas para você melhorar o seu patrimônio na 12ª rodada

Cartola FC
Crédito de imagem: Divulgação

Estamos chegando ao final do primeiro terço do Cartola FC e ainda há aqueles cartoleiros que priorizam aumentar o seu patrimônio. Pensando nisso, o Torcedores.com deu dicas de um time com jogadores e técnico com boas possibilidades de se valorizarem na 12ª rodada. O mercado fecha às 17h30 (horário de Brasília) desta quarta-feira (29 de junho).

LEIA MAIS:
Saiba tudo sobre o Cartola FC 

O time foi montado no 4-3-3:

Goleiro: Alex Muralha (Flamengo)

Na última rodada, contra o Fluminense, o goleiro do Flamengo teve pontuação baixa: -4,30 pontos e desvalorização de -3,63. Ele também pode se enquadrar na lista de bons e baratos. O rubro-negro pega o Internacional, em Cariacica. O time gaúcho não vence há três rodadas. Muralha custa apenas 6,06 cartoletas.

Lateral: Mayke (Cruzeiro)

O lateral-direito não foi muito bem na vitória sobre o Palmeiras no final de semana, mas ainda assim possui média superior a cinco pontos. Está desvalorizado em -1,58 e custa 11,17 cartoletas. A Raposa visita a Chapecoense, na Arena Condá. O time catarinense entra em campo abalado após goleada sofrida para o Sport (5 a 1).

Zagueiro: Edu Dracena (Palmeiras)

O zagueiro não rendeu bem na derrota para o Cruzeiro, mas tem a chance de se redimir contra o Figueirense, que possui um dos piores ataques da competição. O veterano vem de desvalorização de -1,51 e custa apenas 4,26 cartoletas. Uma pechincha.

Zagueiro: Thiego (Chapecoense)

O zagueiro-artilheiro se desvalorizou no final de semana (-0,93), mas volta ao seu lugar preferido, a Arena Condá, pronto para brilhar. Ele já tem três gols na competição, dois deles em Chapecó. Thiego custa 5,40 cartoletas.

Lateral: Diego Renan (Vitória)

O lateral-direito do Vitória, que havia sido o grande destaque na importante vitória sobre o Grêmio fora de casa (um gol e uma assistência) decepcionou no empate por 1 a 1 contra a Ponte Preta e está desvalorizado em -2,49.  Custa 10,28 cartoletas.

Meia: Willian Arão (Flamengo)

O volante do Flamengo foi o destaque negativo da derrota para o Fluminense ao marcar um gol contra, mas costuma fazer a festa de muitos cartoleiros com boas pontuações. Vem de desvalorização de -2,22 e custa 14,96 cartoletas.

Meia: Cazares (Atlético-MG)

O Atlético-MG bateu o América-MG (1 a 0), conseguiu a terceira vitória seguida, porém, o equatoriano teve desvalorização de -1,22. O Galo é favorito contra o Botafogo em BH e o meia pode desencantar. Custa 11,69 cartoletas.

Meia: Moisés (Palmeiras)

O meia não foi bem contra o Cruzeiro e desvalorizou em -0,74, mas tem boa chance para se recuperar contra o Figueirense, no Allianz Parque. Custa apenas 8,17 cartoletas.

Atacante: Gabriel (Santos)

O atacante negativou na vitória sobre o São Paulo e consequentemente desvalorizou em -3,40. O Santos pega o irregular Grêmio, que tem sofrido com problemas defensivos, e o jovem atacante tem boas chances de voltar a deixar a sua marca no Brasileirão. Ele custa 9,43 cartoletas.

Atacante: Róger Guedes (Palmeiras)

Uma das grandes revelações do Brasileirão, Róger Guedes decepcionou muitos cartoleiros no final de semana. Teve leve desvalorização de -0,11. O jovem custa 10,95 cartoletas.

Atacante: Felipe Azevedo (Ponte Preta)

O atacante teve uma das piores pontuações do final de semana (-5,40 pontos) e desvalorizou em -1,63. A Ponte Preta pega o Santa Cruz, no Arruda. A defesa pernambucana não é nada confiável. Azevedo custa 14,78 cartoletas.

Técnico: Edgardo Bauza (São Paulo)

O são paulino teve a maior desvalorização entre os treinadores na rodada do final de semana (-0,99). Chegou a hora de o São Paulo voltar a mostrar força no Brasileirão após três jogos sem vitórias. O adversário será o Fluminense, no Morumbi. Ele custa 11,80 cartoletas.

Preço do time: 118,95 cartoletas

 

 

 



Rafael Alaby é jornalista diplomado pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado), com passagens pela Chefia de Reportagem de Esportes, da TV Bandeirantes, em São Paulo e site KiGOL. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte (FMU)