Conheça mais sobre a Islândia, sensação da Eurocopa 2016

Crédito da foto: Reprodução/Facebook oficial Euro 2016

Disputar pela primeira vez a Eurocopa, passar com propriedade da fase de grupos e chegar à fase de quartas de final eliminando a favorita Inglaterra. Só isso já faz da Islândia a grande sensação da Eurocopa 2016, mas o que você sabe realmente sobre este desconhecido país e sobre esta surpreendente seleção?

Leia mais:

Surpresa na Eurocopa, Islândia vence Inglaterra e bomba na internet

Confira os confrontos das quartas de final da Eurocopa

Com apenas pouco mais de 300 mil habitantes, a Islândia é o menor pais da história a disputar uma edição da Eurocopa. Os islandeses são apaixonados por futebol, e isso explica a quantidade de torcedores que foram até a França acompanhar a seleção. Cerca de 30 mil pessoas deixaram a Islândia rumo à França, isso equivale a 10% da população do país. O futebol é o principal esporte dos islandeses, e nos últimos anos vem recebendo um investimento muito alto por parte do governo, e os resultados do investimento vem aparecendo.

Apesar de o futebol ser profissional no país, muitos jogadores trabalham em outras áreas além de jogarem na liga islandesa. Existem cinco divisões na liga da Islândia, sendo que a primeira divisão conta com 12 clubes e é disputada em apenas quatro meses devido as baixas temperaturas, o campeonato acontece entre Junho e Setembro.  Dos 23 jogadores convocados para a Eurocopa, nenhum atua no seu país de origem, por ter ainda um futebol não muito competitivo os melhores jogadores buscam atuar em outro país. Com seis jogadores, a Suécia é o principal destino dos jogadores islandeses convocados para a Euro.

Como citado anteriormente, muitos jogadores trabalham em outras áreas na Islândia, mas não é só os jogadores. O técnico da seleção Heimir Hallgrimsson é dentista em sua cidade natal. Ele concilia as funções de técnico e dentista desde 2011. Mas o mais interessante é que Heimir não o único a comandar a seleção. Sim, a Islândia tem dois treinadores no banco de reservas. O outro é o sueco Lars Lagerback, que já dirigiu equipe do seu país natal e a Nigéria. Mas já informou que sairá da função de técnico da seleção após a Eurocopa, deixando a seleção nas mãos do seu parceiro de comando.

Esta classificação para a quartas de final da Eurocopa 2016 faz dos jogadores islandeses heróis nacionais, pois é o maior feito da historia da seleção deste pequeno país. Se este feito é marcante para o país, participar de uma Copa do Mundo seria um verdadeiro marco. E chegar até a Copa do Mundo é o principal objetivo dos torcedores e dos jogadores. Quem sabe em 2018?

Ainda não se sabe até onde vai essa seleção, o próximo adversário é nada mais nada menos que a França, dona da casa. Mas com certeza ela já pode ser considerada a grande sensação da Eurocopa até aqui.