Palmeiras sem Prass e Jesus: confira como Cuca pode escalar o Verdão

Palmeiras
Crédito: Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação

Com a confirmação das convocações de Fernando Prass e Gabriel Jesus para a Olimpíada do Rio de Janeiro, nesta quarta-feira (29), o técnico Cuca já começa a pensar em como pode montar sua equipe. O comandante alviverde tem três opções para a vaga do goleiro e outras quatro para o lugar do atacante.

LEIA MAIS:

CUCA DIZ QUE CBF É CORRUPTA E QUE HÁ MELHORES TÉCNICOS DO QUE ELE NO BRASILEIRÃO
CUCA REVELA QUAL É O MELHOR TIME QUE O VERDÃO JÁ ENFRENTOU NESTE BRASILEIRÃO
CUCA PROMETE SURPRESA EM NOVA FORMAÇÃO PARA JOGOS FORA DE CASA
CUCA REVELA O QUE FOI CONVERSADO NA REUNIÃO COM BARRIOS
CARTOLA FC: VEJA DICAS DE BONS E BARATOS PARA A 12ª RODADA
CARTOLA FC: VEJA QUAIS MEIAS ESCALAR NA 12ª RODADA
VERDÃO RECEBE AVAL DA CREFISA PARA NEGOCIAR BARRIOS

O time que o treinador do Palmeiras vem escalando tem atualmente como titulares: Fernando Prass; Jean, Edu Dracena, Vitor Hugo e Egídio; Moisés, Tchê Tchê e Cleiton Xavier; Dudu, Róger Guedes e Gabriel Jesus.

Lugar de Prass

Para a vaga do camisa 1, Cuca tem três opções, mas deve decidir entre Jaílson e Vagner, já que o jovem Vinicius Silvestre de 22 anos ainda é considerado aposta para o futuro.

Aos 34 anos, Jaílson é a opção para manter a experiência do titular. Contratado do Ceará no final de 2014 após a lesão que Prass teve no cotovelo, o atleta disputou apenas três jogos com a camisa do Palmeiras, sendo apenas um oficial – em abril de 2015, contra o Sampaio Corrêa, no Maranhão, pela segunda fase da Copa do Brasil.

Mesmo assim, tem a confiança da comissão técnica e teve passagens ainda por Ituano, Guaratinguetá e Oeste.

Já Vagner foi contratado no início desta temporada depois de boas passagens por Ituano, clube em que foi campeão paulista em 2014, e pelo Avaí. É considerado o reserva imediato de Prass no clube e deve ser o escolhido inicialmente.

Vinicius Silvestre, por sua vez, teve o contrato renovado recentemente – vai até maio de 2019 -, mas ainda precisa ganhar mais “cancha” entre os profissionais e corre por fora na disputa por espaço.

Lugar de Gabriel Jesus

A vaga deixada por Gabriel Jesus no ataque tem vários postulantes.

A opção mais provável, apesar da polêmica neste início de semana, é a escalação de Barrios, que está recuperado das lesões que o tiraram da equipe depois da estreia do Palmeiras no Brasileirão. Com a entrada do argentino naturalizado paraguaio o time, entretanto, muda um pouco a forma de jogar e passa a ter um centroavante de referência e com menos mobilidade – com Gabriel Jesus, o setor tem muita movimentação.

O time terá a mesma situação com Leandro Pereira, reforço que deve ser confirmado nos próximos dias e que também tem características parecidas com a de Barrios.

Outras alternativas são a escalação de Erik e até de Rafael Marques no setor. O primeiro foi elogiado por Cuca recentemente, mas ainda vive fase de adaptação no clube e não conseguiu mostrar o bom futebol que o marcou no Goiás.

A possibilidade de Marques no lugar de Jesus já foi testada por Cuca e o treinador não gostou. Por isso, pode ser considerada mais remota, já que o próprio jogador já disse diversas vezes que prefere e rende mais atuando pelos lados e não centralizado.

Por fim, os outros dois jogadores do elenco que poderiam ser opções são Alecsandro e Cristaldo, mas o primeiro está suspenso preventinamente por doping e pode ter a punição estendida em breve, e o argentino está sendo negociado com o Cruz Azul, do México.

Confira a lista de jogos do Palmeiras sem Fernando Prass e Gabriel Jesus (desde que a seleção alcance as semifinais – disputa por medalhas):

Dia 24/7 – Atlético-MG (casa)

Dia 1º/8 – Botafogo (fora)

Dia 4/8 – Chapecoense (fora)

Dia 7/8 – Vitória (casa)

Dia 14/8 – Atlético-PR (fora)

Dia 21/8 – Ponte Preta (casa)