Mercado da Bola 2016: Veja quais jogadores brasileiros que jogam na China podem retornar ao Brasil

Foto Reprodução China

Se a janela chinesa foi movimentada no início do ano para jogadores que atuam no Brasil irem ao oriente, a janela atual pode fazer o movimento contrário e trazer de volta alguns atletas que estão há algum tempo por lá.

Leia Mais:

Cinco Coisas que você não sabia sobre o futebol chinês

Saiba quais jogadores podem ir para China no meio do ano

Seja por falta de espaço, término de contratos ou excesso de estrangeiros, atletas consagrados ou não podem estar de malas prontas para voltar, saiba quem poderá reforça o seu time de coração. O Torcedores.com listou alguns jogadores brasileiros sondados pelos chineses no início do ano e que podem deixar seus clubes agora, no meio do ano:

1 – Aloísio Boi-Bandido (Shandong Luneng) – o Atleta que teve ótima passagem pelo São Paulo e Figueirense e vivia boa fase no clube chinês até se machucar no final do ano passado. Perdeu espaço e agora pode voltar, recentemente o jogador postou fotos e declarou ser torcedor do São Paulo, que acena uma volta, por empréstimo, para o segundo semestre.

Reprodução/Aloísio Boi Bandido_Shandong Luneng Oficial divulgação
Reprodução/Aloísio Boi Bandido_Shandong Luneng Oficial divulgação

 

2 – Jadson (Tianjin Quanjian) – Um dos pedidos do então técnico Luxemburgo era contar com o jogador. No entanto, o treinador acabou sendo demitido e o atleta não está nas preferências do clube. O salário de mais de R$ 1 milhão pode pesar contra a sua volta.

Instagram Oficial Jadson
Instagram Oficial Jadson

 

3 – Geuvânio (Tianjin Quanjian) – Outro atleta que foi comprado a pedido de Luxemburgo. Porém, o jogador agrada por ser novo e ter se ambientado ao clube e ao país, mas o staff do jogador não fechará as portas para um regresso.

Reprodução/ Assessoria de Imprensa oficial_Geuvânio
Reprodução/ Assessoria de Imprensa oficial_Geuvânio

 

4 – Anselmo Ramon (Hangzhou Greentown) – Jogador com passagens por Cruzeiro e Vitória. Está há três anos no futebol chinês e sequer foi inscrito para atual temporada, deve retornar de graça, apesar de ter contrato até o final do ano vem.

Divulgação/Anselmo Ramon_Hangzhou Greentown Oficial
Divulgação/Anselmo Ramon_Hangzhou Greentown Oficial

 

4 – Jô (Jiangsu Suning) – Contratado há seis meses, o jogador vive altos e baixos, se consegue marcar na Liga dos Campeões da Ásia, sofre seca de gols no nacional. O clube é o segundo mais rico da China e já busca outro atacante. A vinda de outro jogador abre as portas para a saída de Jô.

Divulgação/Site Oficial Jiangsu Suning (Jô a esquerda)
Divulgação/Site Oficial Jiangsu Suning (Jô a esquerda)

 

5 – Kléber (Beijing Gouan) – Atacante com passagem por Palmeiras e Atlético-MG o jogador está em baixa, e não atua há dois meses no campeonato nacional. O atleta deverá sair para dar lugar a outro estrangeiro.

Divulgação/Twitter Oficial Beijing Gouan_Kleber
Divulgação/Twitter Oficial Beijing Gouan_Kleber

 

6 – Diego Tardelli (Shandong Luneng) – Apesar do bom momento e de ganhar muito bem, o jogador manifestou a vontade de voltar ao Brasil ou jogar na Europa. O fato de se afastar da seleção brasileira é o principal fator. Para voltar ao Brasil, porém, precisa adequar os salários, que ultrapassam R$ 1 milhão mensais.

Reprodução/Redes Sociais
Reprodução/Redes Sociais



Jornalista. Gosta de abordar sobre futebol e às novidades do mundo na fórmula 1. Atualmente é analista de mídia para Honda S.A.