Opinião: Adeus Argel!

Foto: Ricardo Duarte/SC Internacional

Argel, sei que muitas vezes critiquei você por causa de seu jeito de montar o time, de fazer o Colorado jogar ao seu gosto, só que tem uma coisa que preciso dizer: minha paciência contigo acabou!

Você diz que precisa ter o pezinho no chão, que prefere ganhar só de 1 a 0, se toma gol fica irritado, e tal. Porém, esse seu jeito não combina com clube grande e principalmente Campeão do Mundo! Não dá para engolir, e tão pouco aceitar seu jeito de treinador de time pequeno.

Não ter uma jogada no meio e sempre sair no contra-ataque é coisa de time que atua no interior do país que tem medo de levar uma goleada daquelas de perder o rumo de casa e que vai custar o cargo de treinador horas depois ou mesmo no dia seguinte.

Sabe Argel, você é um cara gente boa, que foi zagueiro do Inter, numa fase em que nada ganhávamos. Te sou grato por ter honrado a camiseta, mas como treinador, você não serve nem para comandar o Guarani de Cruz Alta, ou o Inter de Lajes (SC), se muito o Interporto (TO).

Qual é o medo que você tem de jogar com um meia criativo? Que ele faça mais sucesso que você e te ofusque? Ou que seu projeto de trabalho se espelha no modo Dunga de comandar um time, fechado, recuado e que só sai no contra-ataque, matando características do futebol brasileiro, como o toque de bola e velocidade?

Dos times que estão frequentando o G4, certamente o Inter tem o futebol mais feio e não é pela qualidade (ou falta dela) dos jogadores e sim por causa de sua teimosia. Chego a ponto de achar que Celso Roth seja mais ofensivo que tu, guri!

Saia do Inter e deixe o Colorado em mãos que saibam fazer o time ser combativo, ofensivo e vencedor. Não quero passar nervoso a cada rodada em ver meu time mais fechado que minha carteira para economizar dinheiro. Gosto de time que jogue bem, bonito e que faça gols, que me faça pensar em assar uma carne e chamar amigos para beber uma cerveja ou sover um mate.

Saia do Inter, Argel. Sem tu no comando, seremos mais felizes e voltaremos a festejar um título nacional!