Opinião: Convocação da Seleção Olímpica coloca em evidência o sucesso da categoria de base do Santos

Nesta quarta-feira (29), na sede da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), o técnico da Seleção Brasileira Olímpica, Rogério Micale, convocou 18 atletas para a disputa dos Jogos Olímpicos do Rio 2016. O Santos teve cinco jogadores convocados que foram revelados em sua categoria de base, o lateral-esquerdo Zeca, volante Thiago Maia, os atacante Gabigol e Neymar e o meio-campista Felipe Anderson.

A convocação evidencia o sucesso da categoria de base do Peixe, o clube santista é o que mais possui convocados para a Seleção Brasileira Olímpica, além de ter dois atletas que se destacaram no alvinegro praiano e nos respectivos clubes atualmente.

A presença de jogadores do Santos na Seleção não fica apenas nas recentes convocações de Gabriel, Zeca e Thiago Maia. Em 2016, o Peixe teve mais nove atletas convocados para as categorias sub-20, sub-17 e sub-15 do Brasil.

Apesar da categoria de base do Peixe ser “A menina dos olhos” dos torcedores e dirigentes santistas, o clube é prejudicado tecnicamente ao perder atletas importantes durante os campeonatos.

Neste cenário, ao invés do torcedor alvinegro comemorar a convocação de seus atletas, o sentimento é de lamentação, ainda mais em um momento em que o Santos é o terceiro colocado do Campeonato Brasileiro, e apontado por grande parte da mídia como um dos favoritos na briga pelo G-4 e do título do Brasileirão.

O que pode “confortar” os santistas é que com a ausência de Gabriel, Zeca e Thiago Maia, o Peixe possa utilizar os atletas que contratou para a temporada: Jonathan Copete e Yuri, além de contar com o lateral Caju – revelado pelo Santos -, que teve boa atuação diante do Sport, ao substituir Zeca.

A boa campanha do alvinegro praiano em 2016 conta com um elenco recheado de Meninos da Vila. A equipe que foi campeã do Campeonato Paulista neste ano, contra o Audax, contou com 12 jogadores que atuaram na categoria de base do Santos. Além de Vitor Bueno e Ronaldo Mendes, que chegaram ao Santos para reforçar o Santos B (sub-23) e foram promovidos ao profissional.

 

Foto: Ivan Storti/SantosFC



Nagila Luz (22) é jornalista formada pela UNITAU.