Palmeiras: Cuca revela o que foi conversado na reunião com Barrios

Barrios
César Greco/Ag. Palmeiras

Depois da polêmica criada após uma entrevista à rádio Bandeirantes na última segunda-feira, o treinador do Palmeiras, Cuca, esclareceu o desentendimento que teve com Lucas Barrios e afirmou que o jogador é “fundamental” para o clube neste momento.

LEIA MAIS:

VERDÃO RECEBE AVAL DA CREFISA PARA NEGOCIAR BARRIOS

CARTOLA FC: VEJA QUAIS MEIAS ESCALAR NA 12ª RODADA

CARTOLA FC: VEJA DICAS DE BONS E BARATOS PARA A 12ª RODADA

De acordo com Cuca, os dois tiveram uma reunião com a presença ainda do presidente Paulo Nobre e do diretor de futebol Alexandre Mattos nesta terça-feira (28) e o clima voltou ao normal no Palmeiras.

O Barrios é um profissional correto. É um profissional exemplar. A gente espera que possa contar com ele na sequência. Acho que ele não precisava dar resposta pela TV, falei isso com ele, mas ele foi educado na entrevista, foi ponderado. Não tem problema nenhum. A gente vive um momento muito bom e a gente precisa do Barrios“, explicou Cuca em entrevista ao programa “Bola da Vez”, da ESPN Brasil.

O Gabriel Jesus vai para seleção olímpica, o Cristaldo vai embora em breve [tem negociações adiantadas com o Cruz Azul do México], o Alecsandro também está suspenso. Disse para o Barrios que ele vai ter oportunidade. Eu disse que hoje ele é um jogador muito importante para a gente e contamos com ele“, continuou.

O Barrios é um jogador inteligente. Hoje ele é fundamental para mim, não tenho mais Cristaldo, Alecsandro, Leandro Pereira está voltando. Ele tem a servir ao Palmeiras e ele se prontificou a fazer isso. O Barrios é consciente, não reclama uma vaga no time, ele sabe que tem que ganhar vaga nos treinos. Não tenho rancor e não tenho mágoa de ninguém. Pelo contrário, gosto do Barrios, ele é uma pessoa boa“, completou Cuca, lembrando que, mesmo após fazer as pazes com o atacante argentino naturalizado paraguaio, o jogador ainda pode deixar o Palmeiras.

O que pode acontecer é de surgir uma proposta boa e ele sair, e isso pode acontecer para qualquer um [qualquer jogador]. Tomara que isso não aconteça“, finalizou.

Entenda o caso Barrios x Cuca

O entrevero entre Cuca e Barrios começou na última segunda-feira (27), quando o treinador revelou, em entrevista à rádio Bandeirantes, que o atacante estava infeliz no clube e que tinha propostas de clubes do exterior para sair.

Na tarde desta terça, porém, Barrios deu entrevista ao SporTV e explicou seu lado na polêmica. “Estava treinando há dez dias com o time, me coloquei à disposição para jogar [contra o América-MG] e quando isso aconteceu não entendi nada, então pedi para conversar com o Cuca. Falei [na última quinta] que não estava satisfeito com a situação, não disse que não estava feliz no Palmeiras, mas quando escuto que não estou comprometido me sinto obrigado a falar”, disse.

Réplica de Cuca

Em seguida, Cuca também conversou com o canal pago, por telefone, e colocou panos quentes na situação, mas deixou claro que, caso Barrios não continue, não vai emprestá-lo a nenhum time do Brasil.

“Hoje ele briga por posição, pois o time está encaixado. Ele vai estar feliz amanhã ou depois. Quinta vai estar à disposição [para enfrentar o Figueirense]. Vamos ver se dentro do que o jogo peça possa ser utilizado. É bom dar uma mexida. Água parada não faz bem”, disse o treinador do Palmeiras.

“Não empresto o Barrios para nenhum time no Brasil. Ele é um ótimo jogador e vai jogar bem onde quer que atue”, finalizou Cuca.