Wimbledon – dia 3: teto retrátil salva Radwanska, Djokovic e Federer em mais um dia chuvoso

O fatídico jogo entre Federer e Willis (Foto: Reprodução/Facebook Oficial Wimbledon)

Terceiro dia de competições, nesta quarta-feira (29), em Wimbledon também foi atrapalhado pela chuva em Londres. O dia começou com jogos apenas na quadra central por causa do teto retrátil e lá jogaram Radwanska, Djokovic e Federer. Nas demais quadras, as disputas começaram mais tarde e ainda assim alguns jogos foram interrompidos.

LEIA MAIS:
Wimbledon – dia 2: estreia de Murray e a volta de Del Potro a um Grand Slam

Agnieszka Radwanska (4) abriu os trabalhos na quadra central em sua estreia contra a ucraniana Kateryna Kozlova (97). A polonesa a venceu facilmente por dois sets a zero, parciais de 6-2/6-1, e vai encarar na segunda rodada a croata Ana Konjuh (103).

Outra cabeça de chave em quadra foi a jovem suíça Belinda Bencic (13) que também não teve problemas para eliminar a búlgara Tsvetana Pironkova (71) pelas parciais de 6-2/6-3. Bencic enfrentará na segunda rodada a qualifier norte-americana Julia Boserup (225).

A esperança britânica Johanna Konta (19) também estreou bem contra uma adversária complicada, a porto-riquenha Monica Puig (36), e a superou com parciais de 6-1/7-5. Konta segue com uma chave difícil tendo de enfrentar a canadense Eugenie Bouchard (48) na próxima rodada.

A bicampeã de Wimbledon Petra Kvitova (10) também veio à quadra e superou a romena Sorana-Mihaela Cirstea (85) com 6-0/6-4. Sua adversária da próxima rodada saíra do confronto entre Ekaterina Makarova (35) e Johanna Larson (54).

Pela chave masculina, Novak Djokovic (1) já fez sua partida de segunda rodada contra o francês Adrian Mannarino (55) e o despachou sem problemas por três sets a zero, parciais de 6-4/6-3/7-6(5). Djokovic espera na próxima fase o vencedor do jogo entre o brasileiro Thomaz Bellucci (41) e o norte-americano Sam Querrey (62).

Roger Federer (2) se encontra na mesma situação. Ele despachou o surpreende britânico Marcus Willis (772), sensação do torneio por sua história de vida, também por três sets a zero (6-0/6-3/6-4) e agora aguarda seu oponente do confronto entre o ucraniano Alexandr Dolgopolov (33) e o britânico Daniel Evans (91).

A grande revelação do ano, o austríaco Dominic Thiem (8) deu seus primeiros golpes sobre a grama no jogo contra o alemão Florian Mayer (80) o vencendo pelas parciais de 7-5/6-4/6-4. Thiem enfrenta o tcheco Jiri Vesely (64) na segunda rodada.

E o tcheco Tomas Berdych (9) também começou seu caminho em Wimbledon hoje contra o croata Ivan dodig (74). Por três sets a um, o tcheco se classificou com 7-6(5)/5-7/6-1/7-6(2). Na próxima fase, ele encara o alemão Benjamin Becker (102).