7 fatos que mostram a semelhança entre Atlético-MG e Cruzeiro na temporada

Crédito da foto: Reprodução

Comparar Atlético-MG com o Cruzeiro é uma missão quase impossível, para as respectivas torcida seu time sempre será maior e melhor que o outro, é uma missão quase impossível, é como querer misturar água e óleo. Mas o Torcedores.com elencou 7 fatos que provam que pelo menos nessa temporada, os rivais Mineiros se equiparam e demonstram muita semelhança dentro e fora de campo. Veja:

LEIA MAIS:
CARTOLA FC: VEJA A DICA DE AMULETO PARA ESCALAR NA 15ª RODADA
SUPOSTA CAPA DE JORNAL CAUSA POLÊMICA COM TORCIDA DO CRUZEIRO “LAS MARIAS” DE BRASIL

1 – Apostaram em técnicos estrangeiros

O primeiro a apostar em um técnico estrangeiro foi o Atlético-MG, a aposta no uruguaio Diego Aguirre, que não deu certo. Agora é a vez do Cruzeiro, que aposta no português Paulo Bento.

2 – Troca de técnicos

Como dito anteriormente, ambos os times já trocaram de treinador, em menos de 6 meses, os dois clubes já estavam com um trabalho novo.

3 – Frustrações

Ambos os times disputaram a Primeira Liga, o Campeonato Mineiro e ficaram no meio do caminho. Na Primeira Liga nenhuma das duas equipes avançaram de fase, no Estadual os dois foram superados pelo América-MG. O Galo ainda disputou a Libertadores e foi eliminado pelo São Paulo, nas quartas de final.

4 – Lesionados

Esse ano são inúmeros jogadores lesionados de ambos os lados e jogadores importantes, no lado alvinegro já passaram pelo DM: Lucas Pratto, Luan, Leonardo Silva, Dátolo, Robinho, Rafael Carioca, Cazares e Leandro Donizete. Pelo lado da Raposa a lista também é grande: Dedé, Manoel, Mayke, Arrascaeta, Willian, Robinho, Alisson e Judivan.

5 – Meias estrangeiros

Quem comanda e organizada as equipes, são jogadores estrangeiros. O equatoriano Cazares é o maestro do lado alvinegro e o uruguaio Arrascaeta do lado celeste.

6 – Apostaram em dupla de atacante ex Fluminense

Recentemente, Atlético-MG e Cruzeiro se reforçaram em peso no ataque, o Galo trouxe Fred, ídolo por muito tempo no Fluminense e a Raposa trouxe Rafael Sobis, que estava no Tigres-MEX, mas ficou um bom tempo nas Laranjeiras também. Rafael Sobis e Fred jogaram juntos por 4 anos, de 2011 a 2014

7 – Jogadores vaiados

Ambas as torcidas já elegeram os culpados pelas derrotas, os “perseguidos” são: Patric pelo lado do Galo e Allano no lado da Raposa.



Jornalista em formação. Fanático por esportes, principalmente futebol. Vivo em busca de desafios e oportunidades que a vida me proporciona.