Agora é oficial: Paulo Henrique Ganso sai de São Paulo rumo a Servilla

Crédito da foto: Reprodução/Facebook Oficial do São Paulo FC

Na tarde deste sábado (16), o São Paulo Futebol Clube definiu a transferência de Paulo Henrique Ganso para o Servilla, da Espanha. O meia-campista jogava pelo clube desde 2012. 

LEIA MAIS:

Fluminense x Cruzeiro: com novidades, Raposa tem 23 relacionados

Botafogo x Flamengo: saiba como assistir ao jogo AO VIVO na TV

Durante a despedida, o jogador demostrou o carinho pelo clube. “Gostaria de agradecer ao São Paulo por tudo que representou em minha vida. O clube ficará marcado para sempre no meu coração. Agradeço especialmente ao presidente Leco por ter entendido o meu desejo profissional. Acredito que esse seja o momento ideal para encarar o desafio de jogar na Europa”, mencionou Ganso, que também agradeceu ao apoio que recebeu da torcida no período que esteve à frente do São Paulo.

“Sempre foi uma honra poder vestir a camisa do clube e desfrutar de momentos maravilhosos. Não posso deixar de citar os torcedores pelo carinho demonstrando desde a minha chegada e durante esses quatro anos. Deixo as portas abertas para um dia quem sabe eu voltar”, completou o jogador.

A diretoria do clube também demonstrou-se sensibilizada com a saída de Ganso. “O São Paulo não tem como negar sua tristeza pela partida de um jogador com tanta qualidade e que tanto fez pelas nossas cores. Atendemos a um sonho dele de fazer essa etapa mais madura da sua vida profissional na Europa e não poderia deixar de aceitar esse pedido de quem sempre nos foi leal e profissional. Paulo Henrique sempre honrou nossa camisa e desejamos muita sorte para ele nessa nova etapa”, destacou o Presidente Carlos Augusto de Barros Silva.

Histórico de Ganso no São Paulo

Paulo Henrique Ganso começou a atuar pelo São Paulo em 2012, conquistando o título da Copa Sul-Americana no mesmo ano. O jogador disputou 221 jogos com a camisa do time, sendo autor de 24 gols e 49 assistências. Ganso foi o atleta que jogou mais vezes pelo São Paulo durante os seus anos de contrato.

No Servilla, o meia-campista estará sob o comando do técnico Jorge Sampaoli, responsável pela vitória do Chile na Copa América do ano passado. A contratação do jogador foi um pedido de Sampaoli, considerando que Ganso tenha capacidade de suprir a saída de Éver Banega, que abandonou Servilla para jogar no Inter de Milão.