Após 25 anos, final da Libertadores não terá argentinos ou brasileiros

Reprodução Twitter Conmebol

O Independiente Del Valle (EQU) e o Atlético Nacional (COL) são os finalistas da Copa Libertadores da América de 2016 e após 25 anos a final da competição será disputada sem um representante do Brasil ou da Argentina. Em 56 anos da história do torneio esse fato se repetiu apenas em seis oportunidades (1960, 1982, 1987, 1989, 1990 e 1991).

LEIA MAIS
QUE ZEBRA! DEL VALLE VENCE BOCA EM PLENA BOMBONERA E ESTÁ NA DECISÃO

A última vez que isso ocorreu foi na decisão de 1991 entre Colo-Colo do Chile e Olímpia do Paraguai. Os chilenos venceram a final por 3 a 0 no jogo de volta, em casa, após um zero a zero na partida de ida no Paraguai. Em 1990 foi a vez do Olímpia se sagrar o campeão do torneio continental ao vencer o Barcelona de Guayaquil (EQU) em casa por 2 a 0 e empatar no segundo jogo por 1 a 1.

No ano anterior, em 1989, o próprio Atlético Nacional venceu o mesmo Olímpia por 5 a 2 nos pênaltis, após dois empates por 2 a 0 para cada lado. Essa foi a primeira final das três consecutivas que o time paraguaio faria nos anos seguintes. Em 1987, o Peñarol conquistou a última de suas cinco taças ao vencer o América de Cali (EQU). Na época, cada time havia vencido um jogo por 2 a 1 o que levou a um terceiro jogo de desempate, vencido então por 1 a 0 pelos uruguaios. O gol do título, veio dos pés de Diego Aguirre, ex-técnico de Atlético Mineiro e Internacional. Em 1982 mais uma vez o Peñarol se sagrava campeão continental. Dessa vez a vítima dos carboneros foi o Cobreloa (CHI). Os uruguaios venceram o jogo de volta por 1 a 0, após um empate sem gols na partida de ida.

E a primeira vez em que houve um confronto sem brasileiros ou argentinos em uma final de Libertadores foi justamente a primeira final da competição. Em 1960, o Peñarol conquistou o primeiro troféu do torneio ao bater o Olímpia na grande decisão. Os uruguaios venceram por 1 a 0 em casa e seguraram o empate no jogo de volta em 1 a 1, se tornando a primeira equipe a levantar o troféu da Libertadores da América.

O primeiro jogo da final entre Independiente Del Valle e Atlético Nacional ocorre no dia 20 de julho no Equador e o jogo de volta acontece em 27 de julho na Colômbia.

FOTO: REPRODUÇÃO TWITTER CONMEBOL



Estudante de jornalismo da faculdade FAPCOM, não gostava de assistir futebol até os 12 anos de idade. Mas me apaixonei perdidamente após assistir (meu primeiro jogo europeu) uma partida entre Barcelona x Sevilla em 2003. Sou daqueles que acreditam que o futebol não é apenas esporte, mas acima de tudo é paixão, religião, cultura, história e arte. Apoio o 4-3-3.