Atletas da seleção cubana de vôlei são presos acusados de estupro

Divulgação/Site Oficial da FIVB

A Seleção de vôlei de Cuba pode sofrer com problemas no futuro. Pelo menos oito atletas da equipe foram detidos pela polícia da cidade de Tampere (FIN) acusados de estupro neste final de semana e tiveram que prestar depoimento.

LEIA MAIS

Ídolos do Palmeiras sempre inspiraram boom de nomes em suas décadas; entenda

Tite não quer Messi fora da seleção argentina “O futebol precisa de gênios como ele”

Segundo o Uol Esporte, a identidade dos atletas envolvidos na acusação não foi revelada pela polícia, nem maiores detalhes sobre o crime pelo qual foram acusados. Três jogadores (Osmany Uriarte, Ricardo Calvo e Abraham Alfonso) não participaram do jogo do último sábado (2) contra a Finlândia, mas não se sabe se estes tem alguma ligação com o caso.

No sábado, três jogadores foram presos para interrogatório e os outros cinco restantes entre a manhã e a tarde (horário local). Todos foram interrogados com o auxílio de um interprete e deverão comparecer no começo da semana a um tribunal, que poderá liberá-los de vez ou mantê-los detidos.

“Normalmente, não nos pronunciamos tão rapidamente sobre as investigações, mas houve especulações de que os jogadores teriam tentado desertar, mas isto não é verdade”, afirmou um porta-voz da polícia de Tampere.

O estupro, de acordo com a imprensa da Finlândia, teria acontecido no hotel onde a delegação cubana que disputa o Grupo 02 da Liga Mundial está hospedada.

(Crédito da foto: Divulgação/Site Oficial da FIVB)